Pular para o conteúdo principal

LANÇAMENTO: Livro sobre emancipação política das mulheres será lançado próxima semana

Divulgação.
Por Sheyla Azevedo

O livro Emancipação Política da Mulher Potiguar, escrito pela pesquisadora Maria Bezerra (in memorian) terá três lançamentos em Natal nos próximos dias: 23 de outubro, às 16h, na Galeria do NAC (novo prédio), numa parceria com a Cooperativa Cultural; no dia 2 de novembro, durante o evento nacional Mulherio das Letras, na Cidade da Criança, a partir das 14h e na Assembleia Legislativa, no dia 6 de novembro, às 10h, no Salão Nobre. O livro será vendido ao preço de R$ 50.

No primeiro lançamento, em parceria com a Cooperativa Cultural da UFRN, haverá uma mesa de bate-papo com as professoras Conceição Flores e Tânia Lima, e a jornalista Sheyla de Azevedo, sobre a emancipação feminina.

O livro traz, certamente, o maior registro histórico das mulheres que, desde o movimento sufragista, até os anos 2000 (data em que Maria Bezerra encerrou as pesquisas) da emancipação política feminina. Além da pesquisa que conta a história das primeiras eleitoras e primeiras mulheres a pleitear cargos públicos, o livro também contém uma pesquisa demográfica sobre prefeitas, vereadoras e deputadas que ocuparam cargos políticos no Rio Grande do Norte.

Emancipação Política da Mulher Potiguar faz parte da Coleção Amigos da Pinacoteca; Fundação Vingt-Un Rosado e Caravela Selo Cultural. Foi organizado por Isaura Rosado e a jornalista Sheyla de Azevedo.

"O Rio Grande do Norte foi berço de algumas figuras pioneiras na emancipação feminina, responsáveis por concretizar os anseios da Federação Brasileira para o Progresso Feminino, idealizado e criado pela carioca Bertha Lutz, em 1922. Seis anos depois, essa pioneira no Brasil encontra apoio e aliadas em terras norte-riograndenses quando, na cidade de Mossoró (RN), Celina Guimarães insere a mulher brasileira na história política e social do país, oficializando o primeiro voto feminino brasileiro e, em seguida, naquele mesmo ano, Alzira Soriano de Souza é eleita a primeira mulher prefeita, em Lajes", relembra em apresentação do livro, a maior incentivadora da pesquisa e realizadora dessa publicação, Isaura Rosado, amiga pessoal de Maria Bezerra, a quem homenageia em 2019 com a publicação desse livro.

Lançamentos:
Dia: 23 de outubro, 16h, Galeria do NAC; 
Dia 2 de novembro: 14h, Mulherio das Letras, Cidade da Criança e 
Dia 6 de novembro; 10h, Assembleia Legislativa, Praça 7 de Setembro, Cidade Alta.
Assessoria de comunicação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis

Na natureza, tamanho pode ser documento. A notícia que uma lula encontrada nas Ilhas Malvinas tem um pênis do comprimento do seu corpo causou certo espanto, mas ela está longe de ser exceção.

O homem Nesta proporção também se enquadra o homem. Em média, o tamanho médio dos pênis varia entre 12 e 15 centímetros em estado ereto, apesar de depender de diversos fatores como raça, biotipo, genética e tamanho da pessoa.
Portanto, não há uma definição específica para o tamanho do Pênis na nossa espécie. Segundo a enciclopédia científica, pênis apenas com 7 cm ou menos em estado de ereção são considerado pequenos.
A baleia-azul
A baleia-azul (Balaenoptera musculus), que chega a ter mais de 30 metros de comprimento, é considerada pelos cientistas a espécie mais bem dotada do reino animal, pelo menos em termos absolutos: o órgão sexual de um macho adulto atinge mais de 2 metros de comprimento -- mas isso significa apenas 7% do tamanho de seu corpo.
A Lula Na natureza, o tamanho do aparelho reprod…

PANDEMIA: Falece de covid-19 em Mossoró 3º Apodiense

Mais um apodiense faleceu vítima da COVID-19. Sidney (45), estava internado na UTI em Mossoró lutando pela vida. Foi bravo, mas foi vencido. Teve duas paradas cardíacas e não resistiu na segunda no final da tarde início da noite de hoje (22). Infelizmente. Muito triste.
Nossos pêsames aos familiares. Sidney foi o terceiro Apodiense morto pelo coronavírus. Deus proteja a nós todos.

CIÊNCIAS: Vale apena saber – Porque quando estamos gripados não sentimos o cheiro nem sabor das coisas?

Quando você está com gripe ou resfriados você quase não sente o cheiro das coisas. Quanto ao sabor é como se tivéssemos comendo palha. Mas será por que isso acontece?
Ao ficarmos gripados ou resfriados as células que formam a mucosa nasal produz excesso de muco (espécie de liquido pegajoso) na tentativa de diminuir a irritação causada pelos agentes causadores da infecção.
Dessa forma o excesso de muco dificulta a chegada das moléculas de odor, que se propagam no estado gasoso, até as células receptoras de olfato e com isso há uma diminuição nesse sentido.
Além disso, os próprios vírus afetam células olfatórias prejudicam ainda mais o funcionamento do olfato. Como o olfato interfere na identificação dos sabores esse sentido também fica prejudicado, daí você também não sentir o gosto.
É isso ai, repouso, boa alimentação e muito líquidos são fundamentais na recuperação contra gripes e resfriados. Agora você ficou sabendo por que não sentimos cheiro nem o sabor quando estamos com gripe e resf…