Pular para o conteúdo principal

CIDADES: II festival literário de Nísia Floresta

Tema: Mulher, Educação e Políticas Públicas
Programação (I e II)/Divulgação. Clique para ampliar

O Festival Literário de Nísia Floresta é um evento de cunho literário para homenagear a escritora e primeira feminista da América Latina, Nísia Floresta. Além disso, o evento vai oferecer à população uma rica e diversificada programação, como: Lançamentos de livros, rodas de conversas com escritores e artistas, oficinas e mostra de filmes literários.

O Festival Literário que está em sua segunda edição, acontecerá nos dias 31 de outubro e 01 de novembro de 2019 nos períodos da manhã e tarde, e tem como objetivo estimular a difusão da produção literária brasileira e potiguar, realizar intercâmbio entre escritores, estudiosos, professores, alunos e o público em geral. Também será um momento para estimular o consumo de obras literárias, o debate crítico e a ampliação do gosto e o hábito da leitura.

Entre os convidados que estarão presentes no evento teremos Constância Lima Duarte, uma das maiores estudiosas do nome de Nísia Floresta e que na ocasião fará uma palestra voltada para o público de mulheres, educadores, pesquisadores além de lançar sua mais nova obra, o livro #NísiaFlorestaPresente: uma brasileira ilustre.

Além de Constância, também é presença confirmada no Festival Literário a educadora, pesquisadora e ex-secretária de educação do município de Gravatá/PE, Carolina Campos. Ela irá ministrar uma palestra com o tema O Papel da Mulher na Sala de Aula. Vicente Serejo, Udymar Pessoa, o poeta Antônio Francisco, Joelson Araújo, os Poetas Mirins, dentre outros nomes importantes da literatura potiguar estarão se apresentando ao longo dos dois dias de programação.

O Festival Literário de Nísia Floresta é uma realização do Museu Nísia Floresta, da Prefeitura Municipal de Nísia Floresta, da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer, Cultura e Turismo, da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura do RN, da Rede Potiguar de Televisão Educativa e Cultural e do Centro de Documentação e Comunicação Popular.

A iniciativa conta com a parceria do IFRN, Fundação José Augusto, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Laboratório Plenno e da Secretaria Municipal de Educação.
Assessoria imprensa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis

Na natureza, tamanho pode ser documento. A notícia que uma lula encontrada nas Ilhas Malvinas tem um pênis do comprimento do seu corpo causou certo espanto, mas ela está longe de ser exceção.

O homem Nesta proporção também se enquadra o homem. Em média, o tamanho médio dos pênis varia entre 12 e 15 centímetros em estado ereto, apesar de depender de diversos fatores como raça, biotipo, genética e tamanho da pessoa.
Portanto, não há uma definição específica para o tamanho do Pênis na nossa espécie. Segundo a enciclopédia científica, pênis apenas com 7 cm ou menos em estado de ereção são considerado pequenos.
A baleia-azul
A baleia-azul (Balaenoptera musculus), que chega a ter mais de 30 metros de comprimento, é considerada pelos cientistas a espécie mais bem dotada do reino animal, pelo menos em termos absolutos: o órgão sexual de um macho adulto atinge mais de 2 metros de comprimento -- mas isso significa apenas 7% do tamanho de seu corpo.
A Lula Na natureza, o tamanho do aparelho reprod…

PANDEMIA: Falece de covid-19 em Mossoró 3º Apodiense

Mais um apodiense faleceu vítima da COVID-19. Sidney (45), estava internado na UTI em Mossoró lutando pela vida. Foi bravo, mas foi vencido. Teve duas paradas cardíacas e não resistiu na segunda no final da tarde início da noite de hoje (22). Infelizmente. Muito triste.
Nossos pêsames aos familiares. Sidney foi o terceiro Apodiense morto pelo coronavírus. Deus proteja a nós todos.

CIÊNCIAS: Vale apena saber – Porque quando estamos gripados não sentimos o cheiro nem sabor das coisas?

Quando você está com gripe ou resfriados você quase não sente o cheiro das coisas. Quanto ao sabor é como se tivéssemos comendo palha. Mas será por que isso acontece?
Ao ficarmos gripados ou resfriados as células que formam a mucosa nasal produz excesso de muco (espécie de liquido pegajoso) na tentativa de diminuir a irritação causada pelos agentes causadores da infecção.
Dessa forma o excesso de muco dificulta a chegada das moléculas de odor, que se propagam no estado gasoso, até as células receptoras de olfato e com isso há uma diminuição nesse sentido.
Além disso, os próprios vírus afetam células olfatórias prejudicam ainda mais o funcionamento do olfato. Como o olfato interfere na identificação dos sabores esse sentido também fica prejudicado, daí você também não sentir o gosto.
É isso ai, repouso, boa alimentação e muito líquidos são fundamentais na recuperação contra gripes e resfriados. Agora você ficou sabendo por que não sentimos cheiro nem o sabor quando estamos com gripe e resf…