Pular para o conteúdo principal

MERCADO: Jovens potiguares buscam oportunidade no mercado de trabalho por meio da Lei da Aprendizagem

Regulamentação estabelece que as empresas de médio a grande porte devem possuir de 5% a 15% de jovens aprendizes em trabalho e/ou estágio

João Victor Medeiros Silveira, aprendiz legal na JMT Service.
Com 15 anos de idade, João Victor Medeiros Silveira de Sousa cursa o primeiro ano do Ensino Médio. O estudante aproveitou o período de férias para buscar a primeira oportunidade no mercado de trabalho. Selecionado por uma empresa de terceirização de mão-de-obra, em Natal, ele fala sobre as expectativas para a primeira experiência de trabalho de sua vida. “Espero absorver todas as orientações e dicas para aplicar quando eu deixar de ser um jovem aprendiz, seja para uma efetivação aqui na JMT Service ou em outra empresa”, conta.

A regulamentação que oportuniza vagas como a alcançada por João Victor é a Lei da Aprendizagem, a qual orienta empresas de médio e grande porte a contratar jovens, com idade entre 14 e 24 anos, como aprendizes. Nesta relação de trabalho, o contrato pode durar até dois anos, tempo suficiente para o aprendiz ser capacitado por uma instituição formadora, que deve trabalhar junto à empresa contratante, combinando desta forma teoria e prática.

Além de evoluir profissionalmente, programas de inserção no mercado de trabalho são o pontapé inicial para muitos começarem a ter uma renda extra e, assim, contribuir com as despesas de casa e desenvolver o senso de responsabilidade financeira, pois as empresas pagarão ao aprendiz um salário baseado em suas horas de trabalho.

Para a gerente administrativa da JMT Service, Jerlani Lucena, há uma importância social na contratação de jovens. “É a primeira oportunidade deles. Por isso, acolhemos e repassamos os ensinamos com objetivo de desenvolver competências que os incluam no mercado de trabalho. Além disso, na visão da empresa, conseguimos contribuir com a formação de futuros profissionais e espalhar valores cultivados na nossa rotina”, comenta.

Apesar de a obrigatoriedade ser específica para empresas maiores, qualquer organização pode contratar aprendizes. A regulamentação estabelece que as empresas de médio a grande porte devem possuir de 5% a 15% de jovens aprendizes em trabalho e/ou estágio. “Aqueles que estão interessados em conquistar uma vaga como aprendiz, devem procurar uma instituição formadora, como Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), fazer um cadastro e aguardar as seleções”, lembra Jerlani. 
Ideia comunicação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis

Na natureza, tamanho pode ser documento. A notícia que uma lula encontrada nas Ilhas Malvinas tem um pênis do comprimento do seu corpo causou certo espanto, mas ela está longe de ser exceção.

O homem Nesta proporção também se enquadra o homem. Em média, o tamanho médio dos pênis varia entre 12 e 15 centímetros em estado ereto, apesar de depender de diversos fatores como raça, biotipo, genética e tamanho da pessoa.
Portanto, não há uma definição específica para o tamanho do Pênis na nossa espécie. Segundo a enciclopédia científica, pênis apenas com 7 cm ou menos em estado de ereção são considerado pequenos.
A baleia-azul
A baleia-azul (Balaenoptera musculus), que chega a ter mais de 30 metros de comprimento, é considerada pelos cientistas a espécie mais bem dotada do reino animal, pelo menos em termos absolutos: o órgão sexual de um macho adulto atinge mais de 2 metros de comprimento -- mas isso significa apenas 7% do tamanho de seu corpo.
A Lula Na natureza, o tamanho do aparelho reprod…

PANDEMIA: Falece de covid-19 em Mossoró 3º Apodiense

Mais um apodiense faleceu vítima da COVID-19. Sidney (45), estava internado na UTI em Mossoró lutando pela vida. Foi bravo, mas foi vencido. Teve duas paradas cardíacas e não resistiu na segunda no final da tarde início da noite de hoje (22). Infelizmente. Muito triste.
Nossos pêsames aos familiares. Sidney foi o terceiro Apodiense morto pelo coronavírus. Deus proteja a nós todos.

CIÊNCIAS: Vale apena saber – Porque quando estamos gripados não sentimos o cheiro nem sabor das coisas?

Quando você está com gripe ou resfriados você quase não sente o cheiro das coisas. Quanto ao sabor é como se tivéssemos comendo palha. Mas será por que isso acontece?
Ao ficarmos gripados ou resfriados as células que formam a mucosa nasal produz excesso de muco (espécie de liquido pegajoso) na tentativa de diminuir a irritação causada pelos agentes causadores da infecção.
Dessa forma o excesso de muco dificulta a chegada das moléculas de odor, que se propagam no estado gasoso, até as células receptoras de olfato e com isso há uma diminuição nesse sentido.
Além disso, os próprios vírus afetam células olfatórias prejudicam ainda mais o funcionamento do olfato. Como o olfato interfere na identificação dos sabores esse sentido também fica prejudicado, daí você também não sentir o gosto.
É isso ai, repouso, boa alimentação e muito líquidos são fundamentais na recuperação contra gripes e resfriados. Agora você ficou sabendo por que não sentimos cheiro nem o sabor quando estamos com gripe e resf…