Pular para o conteúdo principal

CONGRESSO: Saúde mental e inteligência emocional são os novos desafios do mundo moderno

Congresso de Bem-estar e Felicidade, realizado na Fiesp, discutiu alternativas e técnicas para melhorar a saúde física e mental dos profissionais em função do aumento de casos de afastamento de trabalho por depressão e Síndrome de Burnout

Tássia Almeida, Agência Indusnet Fiesp 


Imagem reprodução.
Por Bruno Coriolano

O acúmulo de responsabilidades, a competitividade, o excesso de pressões e cobranças comuns no mercado de trabalho e os novos comportamentos desenvolvidos no mundo moderno têm aumentado os casos de depressão e Síndrome de Burnout – considerada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como doença resultante de estresse crônico e esgotamento mental e físico que não foram bem administrados. A OMS aponta que até 2020 a depressão será o maior motivo de afastamento do trabalho no mundo e esse cenário gera um impacto na economia mundial de cerca de US$ 1 trilhão por ano.

Essa realidade tem sido um dos desafios atuais da sociedade. Para discutir como aumentar o bem-estar e a qualidade de vida dos colaboradores, empreendedores e, consequentemente, a produtividade das empresas, o Comitê de Jovens Empreendedores (CJE) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), realizou, no dia 4/7, o Congresso Bem-estar e felicidade, na sede da entidade. O evento contou com um dia inteiro de painéis e workshops sobre temas como propósito de vida, saúde mental, bem-estar, relações sociais, comunicação, alimentação, inteligência emocional, tecnologia e inovação no sistema de saúde e carreira.

Jornalista, locutora e escritora, Izabella Camargo foi diagnosticada com a Síndrome de Burnout em 2018 e, desde então, tem sido voz ativa para prevenir e desmistificar a doença. Ela abriu a programação do Congresso com o painel Saúde Mental e Felicidade e disse que encontrar o seu próprio limite em um mundo sem limites é fundamental para manter a saúde mental e conduzir a rotina de forma equilibrada e saudável.

Segundo ela, ser multitarefa e fazer um uso inadequado da tecnologia geram muitos impactos na saúde dos profissionais. “Se não pensarmos na educação digital vamos nos sobrecarregar com consequências infinitas”, afirmou a jornalista. Ela também pontuou que “vestir a camisa da empresa é totalmente diferente de se matar de trabalhar” e compartilhou suas experiências profissionais e o caminho que trilhou desde uma demissão inesperada até o diagnóstico da doença.

Dados da OMS apontam que o Brasil é o país mais ansioso do mundo e o mais depressivo da América Latina. Em 2017, os episódios depressivos geraram mais de 43 mil auxílios-doença previdenciários, inserindo a depressão na lista das 10 doenças que mais afastaram os brasileiros do mercado de trabalho, de acordo com a Previdência Social. Izabella destacou que, em 2018, o número de licenças relacionadas a doenças neuronais aumentou em 12% se comparado a 2017. Entre elas estão, além da depressão e da Síndrome de Burnout, o transtorno de personalidade e o déficit de atenção.

A jornalista ainda brincou que se tivesse apenas um minuto de palestra, diria que “dormir não é perda de tempo” e comentou sobre a importância do sono para a saúde. “Falar sobre saúde mental é um tabu, mas o movimento já começou e nós temos que olhar para a saúde mental com mais acolhimento e ela interfere na saúde financeira”, acrescentou Izabella que comemorou a inclusão da Síndrome de Burnout pela OMS na Classificação Internacional de Doenças, que lista enfermidades que serão prevalentes nos próximos anos.

Atleta corporativo
Assim como os atletas esportivos e de alto rendimento, os profissionais que atuam em outras áreas no mercado de trabalho devem se encarar como atletas, por que não um atleta corporativo? Trabalhar a qualidade de vida e a saúde individualizada para um alto rendimento profissional é importante em qualquer ocupação. Em painel sobre o assunto, o psiquiatra Honório Yamaguti disse que um atleta corporativo necessita das melhores condições mentais e físicas.

“Apesar do reconhecimento de que isto é verdadeiro, poucos sabem como fazer isso”, esclarece. Ele apresentou o uso de nutrientes (vitaminas, aminoácidos e minerais) como fundamentais no tratamento das doenças mentais e como estas descobertas estão conectadas com os avanços das neurociências na busca de uma melhor performance mental e cerebral.

É impossível falar de qualidade de vida e bem-estar sem citar a alimentação como uma das grandes protagonistas.  “A alimentação e o tipo de alimento que nós consumimos estão diretamente relacionados à qualidade de vida e bem-estar, pois nós ingerimos nutrientes se nós escolhermos alimentos bons e saudáveis”, disse a nutricionista Caroline Trevisan.

“Se a alimentação é negligenciada, nós desenvolvemos muitas doenças crônicas como a diabetes, hipertensão, colesterol alto, mas também as doenças mentais. A gente sabe hoje que o déficit de nutrientes leva ao desenvolvimento de ansiedade, depressão, síndrome do pânico. Então, a alimentação tem um peso muito grande quando a gente busca bem-estar e performance em qualquer aspecto da vida”, finalizou Caroline.

Inteligência emocional
“Não ensinam a lidar com as emoções na escola”, disse Sâmia Aguiar, psicóloga e mestre em Neurociências e Comportamento, no painel sobre Inteligência Emocional. Ela destacou que entender e lidar com suas emoções é tão importante quanto o aprendizado de matérias como matemática, ciências e português, e revelou cinco fatores-chave para a inteligência emocional: alto grau de autoconsciência, gerenciamento do humor, automotivação, empatia e manejo nos relacionamentos.

Para aplicar os fatores chave na prática, ela sugeriu 10 ideias eficazes e cientificamente comprovadas: meditação mindfulness, escrever sua emoção, psicoterapia cognitiva, mudar a fisiologia (transformar o foco, sair da tensão), praticar a respiração profunda, envolver-se em uma pequena tarefa (ajudar alguém), desenvolver o humor, ser um resolutor de problemas, resignificar as experiências e desenvolver o otimismo.

Sâmia alerta que as emoções impactam na performance e produtividade. “Eu não consigo ser produtivo, aprender e ser criativo se eu estiver estressado, deprimido e desmotivado”, disse. “Outra coisa que precisamos lembrar é que, essencialmente, as emoções são boas, a raiva bem utilizada nos direciona para os nossos objetivos, gera conflito, mas pode me impulsionar na direção dos meus desejos. O medo nos protege ou paralisa. A gente precisa canalizar as emoções de uma forma positiva e isso tem a ver com inteligência emocional. Somos aquilo que vivemos, somos formados pelas nossas experiências que tornam nossa realidade. A emoção chama para a ação”, completou.

Claudia Faria, fundadora da Yoga Adventure, surpreendeu ao falar que a melhor amiga das emoções é a respiração, “um veículo fundamental para dirigir a inteligência emocional”. “A respiração é um instinto. É o único ato do nosso corpo que trafega nos nossos sistemas neuronais: inconsciente e consciente. E pasmem, para todo padrão emocional existe um padrão respiratório”, garantiu.

Bruno Coriolano de Almeida Costa.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PREVISÕES: Base do prefeito Alan deverá ter maioria maciça na câmara no pleito 2020

Com a gestão Alan Silveira indo de vento em poupa e, com expectativa de um dos pleitos mais fáceis de todos em tempos, aqui em Apodi, a base do prefeito Alan deve deslanchar e fazer uma maioria massiva na câmara de vereadores para a próxima legislatura, entre 08 a 09 edis. Quem sabe mais. A base do prefeito Alan é composta por 03 partidos na nominata: MDB, PL e SOLIDARIEDADE. O MDB municipal deverá eleger entre 05 a 06 vereadores, o PL deve eleger 02 e o SOLIDARIEDADE deverá eleger 01.Por sua vez, a oposição deverá ficar com um restrito numero de representantes na câmara indo de vez a bancarrota, não ultrapassando 04 representantes. Quem sabe até menos.

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis

Na natureza, tamanho pode ser documento. A notícia que uma lula encontrada nas Ilhas Malvinas tem um pênis do comprimento do seu corpo causou certo espanto, mas ela está longe de ser exceção.

O homem Nesta proporção também se enquadra o homem. Em média, o tamanho médio dos pênis varia entre 12 e 15 centímetros em estado ereto, apesar de depender de diversos fatores como raça, biotipo, genética e tamanho da pessoa.
Portanto, não há uma definição específica para o tamanho do Pênis na nossa espécie. Segundo a enciclopédia científica, pênis apenas com 7 cm ou menos em estado de ereção são considerado pequenos.
A baleia-azul
A baleia-azul (Balaenoptera musculus), que chega a ter mais de 30 metros de comprimento, é considerada pelos cientistas a espécie mais bem dotada do reino animal, pelo menos em termos absolutos: o órgão sexual de um macho adulto atinge mais de 2 metros de comprimento -- mas isso significa apenas 7% do tamanho de seu corpo.
A Lula Na natureza, o tamanho do aparelho reprod…

CIÊNCIAS: Vale apensa saber - Por que as minhocas saem para fora da terra em tempos de chuva?

Apesar de ser indispensável à sobrevivência das minhocas, a umidade no ambiente deve ter certo equilíbrio.

Matéria relacionada:
CIÊNCIAS – VALE APENA SABER: Como as minhocas se reproduzem?

Quando o solo está encharcado demais por causa de chuvas, elas acabam abandonando suas galerias em busca de oxigênio. O excesso de água no solo diminui o oxigênio presente no mesmo dificultando a respiração das minhocas.

Ai, agora você sabe por que em tempos de chuva é fácil encontrar minhocas fora da terra.

Ministério público do RN torna pública diversas ações por improbidade contra ex-gestores do Apodi

Desde a semana passada, a MPRN protocolou uma série de ações de improbidade administrativa contra a ex-gestão do Apodi dos idos de 2009 a 2012. São ações de improbidade, danos ao erário, ressarcimento de recursos ao cofres públicos dentre outros. Essa ações, repito, não foram protocoladas nem por mim, nem por você, por vereador ou qualquer outra. São ações de autoria do Próprio ministério público do RN.
Veja a abaixo o scalt (resumo) das ações do MP: No processo de Nº 0101510-57.2015.8.20.0112, por improbidade, o valor da ação é da ordem de R$ 594.568,00 (quinhentos e noventa e quatro mil, quinhentos e sessenta e oito Reais). Além da ex-gestora, Gorete Pinto, são réus na ação do PM inclusive vereadores com mandato atualmente. É o caso de Nilson Fernandes, Laete Oliveira, que participaram ativamente da gestão anterior. Ainda o ex-chefe de Gabinete, Klinger Péricles também é parte do processo (Clique AQUI e confira – para conferir nomes, no item: partes do processo, clique em "exibir…

CORONAVÍRUS: Kelps solicita leitos de UTI para Hospital de Apodi

A fim de ampliar a assistência à saúde da população, o deputado Kelps Lima (SDD) está solicitando ao Governo do RN, por meio da Secretaria de Saúde Pública (Sesap), a implementação de leitos no Hospital Regional Hélio Morais Marinho, no município de Apodi. “Mesmo sediando o Hospital Regional Hélio Marinho, o município tem déficit de leitos de UTI para o tratamento dos infectados com o novo coronavírus. Além disso, o investimento em novos leitos vai contribuir para evitar que as cidades próximas fiquem com seus hospitais sobrecarregados”, defende o parlamentar. O deputado Kelps também argumenta que ao ampliar seus leitos, o hospital de Apodi pode contribuir na assistência a pacientes de municípios próximos com serviços mais precários. “O ultimo boletim informa 818 casos confirmados na cidade, com 9 hospitalizados, então é importante essa ampliação para reforçar o número de leitos disponíveis”, afirma. Assessoria ALERN