Pular para o conteúdo principal

ATLETISMO: Meia Maratona do Sol abre inscrições nesta quinta-feira (25)

Corrida acontecerá no dia 21 de setembro em Natal e a expectativa é de muitas novidades para esta edição

Arquivo: Meia do Sol 2018 - Foto Dronando Filmes
Consolidada como uma das mais importantes do país, a sexta edição da Meia Maratona do Sol movimentará a capital potiguar no dia 21 de setembro e os meia-maratonistas já podem realizar suas inscrições a partir desta quinta-feira (25), exclusivamente pelo site www.meiamaratonadosol.com.br. Considerada como uma das mais desafiadoras corridas de rua do Brasil devido ao seu percurso característico pela altimetria do relevo potiguar, a Meia do Sol se consolidou como a principal meia maratona do Nordeste e contará com muitas novidades em 2019. 

A Meia Maratona do Sol é uma produção da HC Sports, empresa responsável por organizar os principais eventos esportivos do Estado. A expectativa para esse ano é de mais de 7 mil inscritos. O evento é conhecido pela sua excelência em estrutura e organização e tem como meta para esta edição ampliar ainda mais a participação dos corredores no percurso oficial de 21km. Na edição passada, foram mais de três mil corredores somente nesse percurso. “Esse número demonstra que os competidores estão atentos aos eventos esportivos que possuem distâncias maiores e apresentam uma excelente estrutura como a nossa”, afirma Gabriel Negreiros, um dos organizadores.


A equipe que organiza a Meia do Sol desde o planejamento até o encerramento da prova é formada por mais de 400 pessoas, que atuam em diversas etapas para que a prova tenha alcançado todo esse reconhecimento do meio esportivo. Outra expectativa dos organizadores é de fidelizar os "maraturistas" - pessoas que viajam o mundo para participar de corridas. Na Meia do Sol, a participação de novos corredores que ainda não conheciam a capital potiguar cresce a cada ano. O evento ainda é um ganho na economia local e para o turismo num período de sazonalidade da hotelaria potiguar.

O fator segurança é outro ponto pensado em detalhes para o bem estar dos corredores, pois a Meia do Sol é elaborada de acordo com as normas técnicas estabelecidas pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt). A competição também cumpre com as normas de segurança estabelecidas pelo Corpo de Bombeiros e CREA.

Percurso
O percurso aprovado pelo público em sua última edição permanecerá o mesmo. A organização investiu mais uma vez em todos os esforços em minimizar as dificuldades, que terão trajetos de 21km, 10km e 5km. “O percurso todo de ida acontece contra o vento. O atleta sai da Arena das Dunas em direção à Via Costeira encarando a famosa brisa natalense de frente”, comenta Gabriel Negreiros. 

A prova segue pelo anel viário do Campus até a Rua Solon Miranda, liga a UFRN a Engenheiro Roberto Freire, margeando acerca do Parque das Dunas. Deste ponto, a atleta seguirá pela Avenida Engenheiro Roberto Freire até a Via Costeira. “As ladeiras em Natal são inevitáveis”, explica Nivaldo Pereira. 

Ainda de acordo com Nivaldo, um dos trechos mais complicados para os competidores é o local de retorno na Via Costeira. “É um trecho bem difícil aquele da saída da Via Costeira retornando à Engenheiro Roberto Freire, pois temos uma ladeira íngreme e com cerca de 200m de distância a ser percorrida. No entanto, depois o atleta tem um pouco de calma porque já está voltando a favor do vento, em um local que é a parte mais plana da prova. Na sequência, o corredor volta à UFRN, acessa a marginal da BR-101 no sentido normal e chega ao viaduto do Quarto Centenário”, explica. 

Após o viaduto, o atleta passa em frente ao Sebrae/RN, entra à direita na Romualdo Galvão e retorna passando pelo túnel que liga a Romualdo à BR-101 já no sentido Parnamirim. Contorna a Arena das Dunas e segue rumo à chegada, no bairro de Lagoa Nova. Aí, é só comemorar a chegada.

Serviço:
Meia Maratona do Sol
Data: 21 de setembro de 2019 – sábado
Largada: 16h - Arena das Dunas
Inscrições a partir deste quinta-feira (25): www.meiamaratonadosol.com.br.
Preço promocional de 1º lote: R$ 99,00
Ideia comunicação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis

Na natureza, tamanho pode ser documento. A notícia que uma lula encontrada nas Ilhas Malvinas tem um pênis do comprimento do seu corpo causou certo espanto, mas ela está longe de ser exceção.

O homem Nesta proporção também se enquadra o homem. Em média, o tamanho médio dos pênis varia entre 12 e 15 centímetros em estado ereto, apesar de depender de diversos fatores como raça, biotipo, genética e tamanho da pessoa.
Portanto, não há uma definição específica para o tamanho do Pênis na nossa espécie. Segundo a enciclopédia científica, pênis apenas com 7 cm ou menos em estado de ereção são considerado pequenos.
A baleia-azul
A baleia-azul (Balaenoptera musculus), que chega a ter mais de 30 metros de comprimento, é considerada pelos cientistas a espécie mais bem dotada do reino animal, pelo menos em termos absolutos: o órgão sexual de um macho adulto atinge mais de 2 metros de comprimento -- mas isso significa apenas 7% do tamanho de seu corpo.
A Lula Na natureza, o tamanho do aparelho reprod…

DESCENTRALIZAÇÃO: Apodi tem a gestão mais descentralizada da história

Imagine o tipo de gestão engessada, onde para comprar até uma caixa de fósforo, você teria que esperar um tempão até a liberação da parte de um chefe subalterno ao gestor maior. Uma situação assim trava o andamento de uma gestão e atrasa as atividades dos que dela fazem parte. E tudo reflete na insatisfação do povo.Observando essa possibilidade, o gestor Alan Silveira, atual prefeito do Apodi, vez justamente o oposto. Apodi tem a gestão mais descentralizada de sua história. As atribuições são dadas pelo gestor maior. São dadas condições para que secretários, subsecretários ou responsáveis façam sua parte. E, a partir daí a coisa anda, flui. Com a descentralização, ganha-se também em autonomia e rapidez na tomada de decisão. Isso é possível porque os processos se tornam menos engessados e a necessidade de aprovação direta é menor, passando a ser importante apenas em situações estratégicas e urgentes.E o gestor? Confia nos seus e apenas administra as situações, ficando livre para um ate…

CIÊNCIAS: Vale apensa saber - Por que as minhocas saem para fora da terra em tempos de chuva?

Apesar de ser indispensável à sobrevivência das minhocas, a umidade no ambiente deve ter certo equilíbrio.

Matéria relacionada:
CIÊNCIAS – VALE APENA SABER: Como as minhocas se reproduzem?

Quando o solo está encharcado demais por causa de chuvas, elas acabam abandonando suas galerias em busca de oxigênio. O excesso de água no solo diminui o oxigênio presente no mesmo dificultando a respiração das minhocas.

Ai, agora você sabe por que em tempos de chuva é fácil encontrar minhocas fora da terra.

VACINA: Oxford tem tido "resposta imune correta" em vacina, diz cientista

Sarah Gilbert, professora de vacinologia, afirmou que o estudo recrutou 8 mil voluntários para a fase 3 de testes do potencial imunizante contra a covid-19(Portal R7) – Uma das cientistas por trás do potencial vacina para covid-19, desenvolvida pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, disse nesta quarta-feira (1º) que a equipe tem obtido o tipo certo de resposta imune em testes, que entraram no estágio clínico de fase 3. Falando em uma audiência parlamentar, Sarah Gilbert, professora de vacinologia da universidade, afirmou que o estudo recrutou 8 mil voluntários para a fase 3 de seu teste da vacina AZD1222, que foi licenciada para a AstraZeneca.A pesquisadora acrescentou que não poderia apresentar um cronograma sobre quando a vacina pode estar pronta, pois a previsão depende dos resultados do ensaio.Brasil assina acordo para produzir vacinaO governo federal assinou no sábado (27) um acordo para produzir no Brasil vacina contra a covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford em p…

30 DE JUNHO: Alan Silveira “Mês de grandes conquistas e realizações de sonhos para o povo de Apodi”

Em suas redes sociais, gestor Alan Silveira, prefeito do Apodi, celebrou Dia 30 de junho como sendo de grandes conquistas de uma gestão que trabalha para o povo. “Um dia marcante para o Apodi. Nesta data, em 2018, nossa gestão inaugurava um dos maiores sonhos do Distrito de Melancias. A Escola Raimunda Florêncio de Oliveira, mais de R$ 400 mil reais investidos com recursos próprios”, lembrou.“E ontem, dia 30 de junho de 2020, inauguramos o novo Centro de Saúde - Dr. José da Silveira Pinto, obra com quase R$ 700mil reais investidos, entre recursos próprios e federal. Mais que duas obras, uma realização de dois sonhos”, enfatizou.“Dia 30 de junho marca, portanto, grandes conquistas de uma gestão que trabalha para o povo”, celebrou o gestor.