Pular para o conteúdo principal

LIVRO ALERTA: Oligarquias Alves e Maia podem chegar aos 80 anos no poder caso Zenaide e Garibaldi sejam senadores

Por Ana Alice
Estudante de Jornalismo

Fruto da dissertação de mestrado do cientista político Robson Carvalho, o livro “Família e Política no RN: Alves, Maia e o Suporte no Senado”, lançado há uma semana, repercute nos meios políticos. A obra narra em detalhes como, há mais de setenta anos, dois grupos familiares, os Alves e os Maia, têm ocupado, continuamente, importantes espaços de poder no Rio Grande do Norte. O tema é atual porque há dois candidatos ao Senado nesta eleição, Garibaldi Alves e Zenaide Maia, disputando o Senado.

De acordo com o autor do livro, nem mesmo nos períodos da Colônia, Império, ou em fases anteriores da República, nenhum outro grupo político foi tão longevo como os Alves e Maia. De uma forma subliminar, a obra traz uma reflexão atual, pois caso os Alves e os Maia se elejam de novo para o Senado Federal, através de Garibaldi e Zenaide, as duas oligarquias podem prorrogar a estadia no poder de 70 para quase 80 anos, visto que o mandato de Senador será de 8 anos. Além de Garibaldi e Zenaide, as famílias também possuem candidaturas múltiplas como João Maia (irmão de Zenaide), Mada Maia (filha de Zenaide), Carlos Eduardo (primo de Garibaldi), Felipe Alves (sobrinho de Garibaldi).

“Quem são essas famílias? O que fazem para se manter no poder há mais de sete décadas? Como "chegaram lá"? O que acontece com os que exercem o poder sem sobrenome "Alves" ou "Maia"?”. Todas estas são perguntas respondidas de uma forma magistral pelo livro de Robson Carvalho. À luz do realismo de Maquiavel, esse livro desnuda suas origens históricas, bases de formação e estratégias escolhidas e analisa os principais meios e os diversos instrumentos utilizados por essas famílias para permanecerem no poder ao longo do tempo, destacando dois deles: emendas parlamentares e financiamento de campanhas eleitorais”, destaca o autor da obra.

Robson Carvalho narra ainda que estes grupos deixaram herdeiros de antigas práticas como patrimonialismo, nepotismo e assistencialismo, com o diferencial de terem se especializado na luta exitosa por espaços de poder.  “A sustentação política dos grupos familiares, explica Robson, se dá por meio das “suas” bases e instrumentos disponíveis, que se alimentam do controle de partidos, verbas de campanha eleitoral pública e privada e da distribuição de emendas parlamentares. Além disso, destacamos os cargos políticos municipais, estaduais e federais que ocupam ou nomeiam”, conclui.
Transparência Brasil

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis

Na natureza, tamanho pode ser documento. A notícia que uma lula encontrada nas Ilhas Malvinas tem um pênis do comprimento do seu corpo causou certo espanto, mas ela está longe de ser exceção.

O homem Nesta proporção também se enquadra o homem. Em média, o tamanho médio dos pênis varia entre 12 e 15 centímetros em estado ereto, apesar de depender de diversos fatores como raça, biotipo, genética e tamanho da pessoa.
Portanto, não há uma definição específica para o tamanho do Pênis na nossa espécie. Segundo a enciclopédia científica, pênis apenas com 7 cm ou menos em estado de ereção são considerado pequenos.
A baleia-azul
A baleia-azul (Balaenoptera musculus), que chega a ter mais de 30 metros de comprimento, é considerada pelos cientistas a espécie mais bem dotada do reino animal, pelo menos em termos absolutos: o órgão sexual de um macho adulto atinge mais de 2 metros de comprimento -- mas isso significa apenas 7% do tamanho de seu corpo.
A Lula Na natureza, o tamanho do aparelho reprod…

PANDEMIA: Falece de covid-19 em Mossoró 3º Apodiense

Mais um apodiense faleceu vítima da COVID-19. Sidney (45), estava internado na UTI em Mossoró lutando pela vida. Foi bravo, mas foi vencido. Teve duas paradas cardíacas e não resistiu na segunda no final da tarde início da noite de hoje (22). Infelizmente. Muito triste.
Nossos pêsames aos familiares. Sidney foi o terceiro Apodiense morto pelo coronavírus. Deus proteja a nós todos.

CIÊNCIAS: Vale apena saber – Porque quando estamos gripados não sentimos o cheiro nem sabor das coisas?

Quando você está com gripe ou resfriados você quase não sente o cheiro das coisas. Quanto ao sabor é como se tivéssemos comendo palha. Mas será por que isso acontece?
Ao ficarmos gripados ou resfriados as células que formam a mucosa nasal produz excesso de muco (espécie de liquido pegajoso) na tentativa de diminuir a irritação causada pelos agentes causadores da infecção.
Dessa forma o excesso de muco dificulta a chegada das moléculas de odor, que se propagam no estado gasoso, até as células receptoras de olfato e com isso há uma diminuição nesse sentido.
Além disso, os próprios vírus afetam células olfatórias prejudicam ainda mais o funcionamento do olfato. Como o olfato interfere na identificação dos sabores esse sentido também fica prejudicado, daí você também não sentir o gosto.
É isso ai, repouso, boa alimentação e muito líquidos são fundamentais na recuperação contra gripes e resfriados. Agora você ficou sabendo por que não sentimos cheiro nem o sabor quando estamos com gripe e resf…