Pular para o conteúdo principal

TCEDUCA: Tribunal de Contas adota ferramenta para monitorar planos de educação no Estado e municípios do RN

O Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) aderiu a uma iniciativa da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas (Atricon) e do Instituto Rui Barbosa (IRB), em parceria com o Ministério da Educação, que pretende mudar o perfil do ensino público a partir do monitoramento dos Planos de Educação dos estados e municípios.

O software TC Educa é uma ferramenta que permite verificar se as ações previstas nos planos de educação estão sendo atendidas pelos entes jurisdicionados, em termos percentuais, dentro dos prazos definidos na legislação. O sistema gera relatórios automáticos, os quais poderão ser encaminhados por e-mail ao Administrador responsável pela gestão, assim como aos Poderes Legislativos, podendo ser cadastradas outras entidades para o seu recebimento, como o Ministério Público, os Conselhos de Educação e do Fundeb, as organizações da sociedade civil e demais instâncias de monitoramento e controle.

A princípio, estão sendo vistas as metas que dizem respeito à universalização do acesso a pré-escola e também o atendimento no ensino médio, dados que estão sendo consolidados para, a partir de março de 2019, começarem a ser emitidas recomendações e alertas aos gestores, na busca do cumprimento das diretrizes.

Este ano o trabalho está centrado na coleta e cruzamento de dados de fontes como o Ministério da Educação, Indicadores do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM) e do IBGE, além de análise das Leis Orçamentárias, observando o percentual de investimento previsto para a educação. “Vamos fazer projeções no sentido de garantir o cumprimento das metas que foram planejadas, acompanhando a execução dos planos de educação, debatendo e propondo medidas buscando qualificar o gasto nesta área”, enfatizou o diretor de Assuntos Municipais do TCE/RN, Aleson Amaral de Araújo Silva. Todos os municípios e o próprio Governo do Estado serão avaliados.

De início, foram priorizadas as metas 1 e 3 dos planos de educação. A primeira determinava a universalização do acesso de crianças de 4 a 5 anos à educação infantil até 2016 e prevê o atendimento de 50% das crianças de zero a 3 anos em creches até 2024. A meta 3 estabeleceu que até 2016 deveria se dar a universalização do acesso à escola de jovens de 15 a 17 anos, determinando que 85% deles estejam matriculados no ensino médio até 2024.

O trabalho envolve, entre outras iniciativas, a realização de diagnósticos, a aplicação de questionário-modelo para conhecimento do conteúdo dos planos de educação, o incentivo à compatibilização entre as peças orçamentárias e as metas e estratégias previstas e o desenvolvimento de uma ferramenta de monitoramento e de expedição de alertas.

Esse sistema, denominado TC educa, foi concebido em parceria com os Tribunais de Contas do Mato Grosso do Sul e de Minas Gerais, com o apoio do TCE-RS. O software poderá ser utilizado pelos Tribunais de Contas na atividade de fiscalização, além de oferecer subsídios aos agentes públicos visando à melhoria da política educacional.

A partir dos resultados extraídos do TC educa, os Tribunais de Contas poderão disparar alertas aos Municípios ou Estados que estiverem descumprindo alguma meta do plano de educação ou que apresentem média anual de avanço insuficiente ao seu atendimento no prazo estipulado.

A omissão quanto à adoção de medidas corretivas pela administração pode repercutir no julgamento das contas do gestor nos órgãos de controle externo.
TCE-RN Assessoria de Comunicação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PREVISÕES: Base do prefeito Alan deverá ter maioria maciça na câmara no pleito 2020

Com a gestão Alan Silveira indo de vento em poupa e, com expectativa de um dos pleitos mais fáceis de todos em tempos, aqui em Apodi, a base do prefeito Alan deve deslanchar e fazer uma maioria massiva na câmara de vereadores para a próxima legislatura, entre 08 a 09 edis. Quem sabe mais. A base do prefeito Alan é composta por 03 partidos na nominata: MDB, PL e SOLIDARIEDADE. O MDB municipal deverá eleger entre 05 a 06 vereadores, o PL deve eleger 02 e o SOLIDARIEDADE deverá eleger 01.Por sua vez, a oposição deverá ficar com um restrito numero de representantes na câmara indo de vez a bancarrota, não ultrapassando 04 representantes. Quem sabe até menos.

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis

Na natureza, tamanho pode ser documento. A notícia que uma lula encontrada nas Ilhas Malvinas tem um pênis do comprimento do seu corpo causou certo espanto, mas ela está longe de ser exceção.

O homem Nesta proporção também se enquadra o homem. Em média, o tamanho médio dos pênis varia entre 12 e 15 centímetros em estado ereto, apesar de depender de diversos fatores como raça, biotipo, genética e tamanho da pessoa.
Portanto, não há uma definição específica para o tamanho do Pênis na nossa espécie. Segundo a enciclopédia científica, pênis apenas com 7 cm ou menos em estado de ereção são considerado pequenos.
A baleia-azul
A baleia-azul (Balaenoptera musculus), que chega a ter mais de 30 metros de comprimento, é considerada pelos cientistas a espécie mais bem dotada do reino animal, pelo menos em termos absolutos: o órgão sexual de um macho adulto atinge mais de 2 metros de comprimento -- mas isso significa apenas 7% do tamanho de seu corpo.
A Lula Na natureza, o tamanho do aparelho reprod…

CIÊNCIAS: Vale apensa saber - Por que as minhocas saem para fora da terra em tempos de chuva?

Apesar de ser indispensável à sobrevivência das minhocas, a umidade no ambiente deve ter certo equilíbrio.

Matéria relacionada:
CIÊNCIAS – VALE APENA SABER: Como as minhocas se reproduzem?

Quando o solo está encharcado demais por causa de chuvas, elas acabam abandonando suas galerias em busca de oxigênio. O excesso de água no solo diminui o oxigênio presente no mesmo dificultando a respiração das minhocas.

Ai, agora você sabe por que em tempos de chuva é fácil encontrar minhocas fora da terra.

Ministério público do RN torna pública diversas ações por improbidade contra ex-gestores do Apodi

Desde a semana passada, a MPRN protocolou uma série de ações de improbidade administrativa contra a ex-gestão do Apodi dos idos de 2009 a 2012. São ações de improbidade, danos ao erário, ressarcimento de recursos ao cofres públicos dentre outros. Essa ações, repito, não foram protocoladas nem por mim, nem por você, por vereador ou qualquer outra. São ações de autoria do Próprio ministério público do RN.
Veja a abaixo o scalt (resumo) das ações do MP: No processo de Nº 0101510-57.2015.8.20.0112, por improbidade, o valor da ação é da ordem de R$ 594.568,00 (quinhentos e noventa e quatro mil, quinhentos e sessenta e oito Reais). Além da ex-gestora, Gorete Pinto, são réus na ação do PM inclusive vereadores com mandato atualmente. É o caso de Nilson Fernandes, Laete Oliveira, que participaram ativamente da gestão anterior. Ainda o ex-chefe de Gabinete, Klinger Péricles também é parte do processo (Clique AQUI e confira – para conferir nomes, no item: partes do processo, clique em "exibir…

CORONAVÍRUS: Kelps solicita leitos de UTI para Hospital de Apodi

A fim de ampliar a assistência à saúde da população, o deputado Kelps Lima (SDD) está solicitando ao Governo do RN, por meio da Secretaria de Saúde Pública (Sesap), a implementação de leitos no Hospital Regional Hélio Morais Marinho, no município de Apodi. “Mesmo sediando o Hospital Regional Hélio Marinho, o município tem déficit de leitos de UTI para o tratamento dos infectados com o novo coronavírus. Além disso, o investimento em novos leitos vai contribuir para evitar que as cidades próximas fiquem com seus hospitais sobrecarregados”, defende o parlamentar. O deputado Kelps também argumenta que ao ampliar seus leitos, o hospital de Apodi pode contribuir na assistência a pacientes de municípios próximos com serviços mais precários. “O ultimo boletim informa 818 casos confirmados na cidade, com 9 hospitalizados, então é importante essa ampliação para reforçar o número de leitos disponíveis”, afirma. Assessoria ALERN