Ex-mulher disse que foi ameaçada de morte por Bolsonaro, diz Itamaraty

Reprodução.
Reportagem da Folha de S. Paulo teve acesso a documento de 2011 em que a ex-esposa do candidato à presidência do PSL, Ana Cristina Valle afirma ao Itamaraty em 2011 que foi ameaçada de morte por ele e, que por isso, ela deixou o Brasil. A acusação consta em um telegrama arquivado no órgão. Bolsonaro e Ana Cristina travaram disputa judicial pela guarda do filho do casal que na época tinha 12 anos.

A senhora Ana Cristina Siqueira Valle disse ter deixado o Brasil há dois anos [em 2009] ‘por ter sido ameaçada de morte’ pelo pai do menor [Bolsonaro]. Aduziu ela que tal acusação poderia motivar pedido de asilo político neste país [Noruega]”, diz o telegrama.

Ana Cristina ainda afirmou que ao procurá-la na Noruega, o vice-consulado do Brasil “estava agindo em nome do deputado federal”. O telegrama foi liberado inicialmente a Folha de S.Paulo pela Lei de Acesso a Informação, mas com esses trechos cobertos por uma tarja preta. Fontes ouvidas pelo jornal e o embaixador Carlos Henrique Cardim, no entanto, confirmaram o conteúdo do telegrama.

Foi explicada a ela a legislação do Brasil, da Noruega. E aí ela mencionou para o vice-cônsul que estava pensando em pedir asilo. E que teria dito ao vice-cônsul que sofreu uma ameaça de morte do deputado Bolsonaro. E o vice-cônsul me transmitiu isso”, confirmou o ex-embaixador ao jornal.
Do Portal Yahoo notícias.
Nota do Blog
Cristão? Defensor da família? Defensor da moral? De bons costumes? Deixem todas essas coisas saber disso. Saber onde foram buscar esses títulos para esse homem?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CIÊNCIAS: Vale apenas saber - A classificação das aves

EM TEMPO: Alan Silveira continua dando um trato na infraestrutura urbana

CIÊNCIAS: Vale apena saber – Porque quando estamos gripados não sentimos o cheiro nem sabor das coisas?

CIÊNCIAS: Vale apena saber – O funcionamento da bexiga natatório dos peixes