EaD de robótica educacional é ministrado pela primeira vez em mestrado na UFRN

A proposta é disseminar e democratizar o ensino por meio desta nova tecnologia

Uma marca de todas as sociedades é o desenvolvimento tecnológico. Durante longos anos, a tecnologia, por questões políticas, econômicas ou sociais, criou barreiras. As consequências disto, são reveladas na discriminação e má distribuição de renda. Em uma sociedade que visa o crescimento ao utilizar as tecnologias desenvolvidas, exclusão não é uma palavra bem-vinda.

Com o objetivo de democratizar e disseminar o ensino da robótica, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) recebeu pela primeira vez a disciplina de Robótica Educacional. A turma, que visa ser a nova disseminadora da metodologia no Estado, faz parte do Programa de Pós-graduação em Inovação e Tecnologia Educacional da UFRN, no Instituto Metrópole Digital (IMD). O sistema utilizado em sala de aula foi o Roboeduc Inbox - primeiro sistema de Educação a Distância (EaD) do segmento no Brasil e que foi desenvolvido por uma empresa potiguar, a Roboeduc.

Segundo a pedagoga, Doutora em Educação pelo Programa de Pós Graduação em Educação da UFRN, Akynara Aglaé Burlamaqui, trazer esta tecnologia para dentro da UFRN proporciona uma desmistificação do ensino e uma grande democratização.  “Quando pensavam na ciência da robótica, interligavam a uma ciência mais dura, mais exata, mais cartesiana e não vislumbravam a uma aplicação mais próxima, como no contexto educacional. Agora, apresentando a metodologia dentro do Programa de Pós-graduação educacional, esses alunos conseguem enxergar a potencialidade pedagógica da robótica educacional dentro dos diversos níveis de ensino, mostrando que é possível trazer benefícios para aprendizagem dentro da proposta de cada ambiente”, explica.

Dentre os benefícios proporcionados por meio da Robótica Educacional, de acordo com o Doutor em Engenharia da Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Aquiles Burlamaqui, está a preparação das pessoas para a indústria 4.0. “O grande diferencial da robótica, está no aprender fazendo. Com a robótica conseguimos trabalhar a programação, montagem, eletrônica, prototipagem e trabalho em equipe, habilidades que não podem mais se ater somente ao profissional de computação”, explica.

Além disso, Aquiles ressalta que o custo benefício do kit do Roboeduc Inbox proporciona a real democratização do ensino tecnológico, pois pelo baixo preço, contempla todas as classes sociais e, assim, torna-se acessível a todos os lugares do Brasil.

Segundo Marcelo Bezerra, Pedagogo e especialista em Docência no Ensino Superior, mestrando em Educação pela UFRN, com objeto de pesquisa em Robótica Educacional, a chegada do Ensino da Robótica Educacional no IMD foi um grande marco e, como consequência dos conhecimentos adquiridos até o momento, a interdisciplinaridade da aplicação da metodologia proporcionará diversos avanços sociais.

Roboeduc Inbox
Os kits do Roboeduc Inbox são compostos por aulas virtuais e boxes com peças fabricadas em impressoras 3D. São 16 aulas no total, sendo quatro boxes, com quatro aulas cada sobre subtemas da temática principal.
Ideia comunicação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CIÊNCIAS: Vale apenas saber - A classificação das aves

EM TEMPO: Alan Silveira continua dando um trato na infraestrutura urbana

CIÊNCIAS: Vale apena saber – Porque quando estamos gripados não sentimos o cheiro nem sabor das coisas?

CIÊNCIAS: Vale apena saber – O funcionamento da bexiga natatório dos peixes