Aprender um novo idioma é bom para empresas e funcionários

Crédito: Airton Freire
Por Ayrton Freire

Ao investir em programas de capacitação profissional, como cursos de idiomas, a empresa beneficia colaboradores e se qualifica para enfrentar os desafios do mercado, que segue cada vez mais globalizado. Dominar o Inglês é o primeiro passo e indicado para toda a equipe, seguido pela fluência em Francês, Espanhol e Alemão, a depender da estratégia. De acordo com o professor Anderson Pessoa, “sem o domínio de um segundo idioma, começando pelo Inglês, podemos atestar o analfabetismo desta geração”.

Atento às necessidades do mercado, Anderson Pessoa tem ensinado o idioma aplicando-o aos produtos e/ou serviços da empresa em questão. Surgiu assim, em 2005, o Inglês Aplicado (IA), um projeto criado pelo professor após sua capacitação na famosa universidade americana de Harvard, e tem dado certo. A prova disso é a satisfação presente nas grandes companhias atendidas pela empresa.

Uma das companhias que qualifica o quadro de pessoal com o Inglês Aplicado é a empresa de publicidade e comunicação LIVE RESULTS. Os professores dão aula de Inglês básico e avançado, além de Alemão. As aulas acontecem na sede da empresa, em Natal, sempre com conteúdo voltado à realidade de quem lá trabalha, proporcionando rapidez e eficiência no aprendizado.

A publicitária Flávia Lorenna, que trabalha na LIVE RESULTS há 1 ano, fala da rapidez com que tem aprendido o idioma. “Acho a metodologia do curso superprática e eficiente para quem não tem muito tempo, como eu. As aulas acontecerem na sede da empresa, em horário de expediente, também ajuda bastante. Já fiz outros cursos e não consegui evoluir tão rápido como estou evoluindo com o Inglês Aplicado. Me sinto à vontade nas aulas e quero aprender cada vez mais”, falou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CIÊNCIAS: Vale apenas saber - A classificação das aves

EM TEMPO: Alan Silveira continua dando um trato na infraestrutura urbana

CIÊNCIAS: Vale apena saber – Porque quando estamos gripados não sentimos o cheiro nem sabor das coisas?

CIÊNCIAS: Vale apena saber – O funcionamento da bexiga natatório dos peixes