Pular para o conteúdo principal

Escola Agrícola de Jundiaí abre inscrições para Especialização em Tecnologias Educacionais

Divulgação.
A Especialização em Tecnologias Educacionais, primeiro curso de pós-graduação oferecido pela Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ) através da Rede e-Tec Brasil na UFRN, está com inscrições abertas até 18 de julho de 2018.

Serão oferecidas 80 vagas para graduados em qualquer área do conhecimento, das quais oito são direcionadas para servidores efetivos da UFRN. O curso será a distância com aulas via Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) e encontros presenciais na EAJ, em Macaíba.

A pós-graduação terá duração de 14 meses com o investimento mensal de R$ 130. A carga horária de 360 horas será distribuída em 11 disciplinas agrupadas em três blocos.

As inscrições custam R$ 50 e devem ser feitas via Sigaa (http://bit.ly/2u00OKg). O edital e todas as informações estão disponíveis em www.etec.eaj.ufrn.br na aba Processos Seletivos. As aulas estão previstas para o segundo semestre de 2018.

Para o coordenador geral da Rede e-Tec Brasil na UFRN, a pós-graduação surge com a expansão e a consolidação da Rede, que oferta cursos técnicos a distância em 30 municípios potiguares. "A especialização em Tecnologias Educacionais é um importante marco para a Rede e-Tec. Através dela, poderemos refletir sobre nossa prática de EaD nesses seis anos de atuação da Rede em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte”, ressalta Max Lacerda.

O objetivo principal do curso é qualificar profissionais de nível superior para se apropriar técnica e criticamente dos recursos tecnológicos educacionais frente aos desafios da atualidade. “É, sem dúvidas, uma grande oportunidade de qualificação profissional que elevará a qualidade das ofertas de EaD no nosso estado”, reitera o coordenador.

Quando as salas de aulas extrapolam o limite físico, é preciso usar ferramentas que considerem as especificidades regionais, culturais e de acesso à informação as quais cada aluno está exposto e que, no final, garantam um ensino de qualidade a todos”, relata o projeto pedagógico que surgiu da necessidade de capacitar profissionais para suprir as demandas diárias da modalidade da EaD.


Serviço
Inscrições (R$ 50): até 18 de julho de 2018 no Sigaa
Informaçõeswww.etec.eaj.ufrn.br

Investimento mensal: R$ 130
Duração do curso: 14 meses
Carca horária: 360 horas

Matriz curricular:
> Fundamentos Psicopedagógicos da Tecnologia Educacional
> Tecnologias Educacionais e Assistivas
> Aprendizagem Eletrônica
> Metodologias Ativas
> Produção Coletiva de Audiovisual
> Projetos em Tecnologia Educacionais
> Gestão da EAD e Análise de Ambientes Virtuais de Aprendizagem
> Gamificação e Simulação em EAD
> Produção Coletiva de Texto Impresso e Digital
> Processos de Avaliação da Aprendizagem
> Metodologia de Pesquisa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio