Pular para o conteúdo principal

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Reprodução: Redes sociais.
Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.

Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.

Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação contra o fechamento do hospital do Apodi.

Não seria a hora daqueles dignos justiceiros que convocaram as pessoas para encherem as ruas convocar alunos, cidadãos de um modo em geral e fazer aqueles chamamentos nas redes para mais um justo protesto? Que pena que por essas paragens tudo é feito em função de questões politiqueiras e não políticas. Bom, deixa para lá. Creio que Deus tá vendo.

O lado bom é que pelo menos os dois estão bem, mãe e filho. Mas, se providências não forem tomadas, não sei como poderá ser um outro suposto episódio como esse. 

Comentários

  1. Tambem nao seria bom,os vereadores deixarem de perseguicao politica e n tivessem barrado uma obra que ia beneficiar a todos como o centro obstetrico no hospital dê apodi?

    ResponderExcluir
  2. Jesus veio ao mundo e foi um estaleiro de animais e colocado em uma manjedoura pq sua mãe Maria não conseguiu e não pode chegar ao seu destino onde a ele iria da a luz. Sabemos que tem a maternidade sim mas pq a direção se recusou em jogar as claras a prestação de contas?. Claro que nenhuma mulher quer latir seu filho dentro de um carro ou em meio a rua, mas infelizmente somos humanos e estamos propícios a passar por essa que essa jovem passou e muito mais provações. Graças a Deus mãe e filho estão bem, é temos que agradecer a Deus por isso e pedir a ele que tudo dê certo e não haja mais impedimentos para que as obras onde serão realizados partos e acompanhamento as gestantes sejam finalizadas para assim as gestantes da nossa Apodi e região fiquem aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma jovem pario dentro de um carro ali perto de cimar de Benedito no tempo de Flaviano ou isso vocês não falam uma sobrinha minha saio de Apodi para parir em Mossoró dentro de um fiat velho chegando em Mossoró há em trabalho de parto outra indo parir num fiat faltou combustive em jucuri isso tudo no tempo de vocês mas nunca vi uma palavra a esse respeito e tem mas essa partoriente não era de Apodi vinha de Martins não foi atendida lá nem em pau dos ferros chegando em Apodi já em trabalho de parto foi feito os procedimentos necessários e depois enviado pra Mossoró mas em poucos dias vamos ver nossas futuras parturientes ganhando seus filhos em Apodi apesar de vocês serem contra para poder tem o que falar ok

      Excluir
  3. Tambem nao seria bom,os vereadores deixarem de perseguicao politica e n tivessem barrado uma obra que ia beneficiar a todos como o centro obstetrico no hospital dê apodi?
    Concordo plenamente
    Deixa o homem trabalhar👏

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio