Rede e-Tec Brasil na UFRN disponibiliza versão digital de Revista

Por Gilberto Oliveira

A segunda edição da Revista e-Tec, que começou a circular em março de 2018, está disponível a partir de agora na versão digital. A publicação da Rede e-Tec Brasil na Universidade Federal do Rio Grande do norte (UFRN) apresenta a evolução e os novos desafios da Rede, conta histórias que ilustram a importância dos cursos e faz um resumo sobre a oferta de cursos técnicos para jovens que cursam o Ensino Médio na rede pública.

A Revista traz ainda um bate-papo sobre formação em Tecnologia da Informação e inclusão digital com o diretor do IMD, Ivonildo Rêgo, e mostra a comemoração de uma década de atuação na Rede e-Tec Brasil e a atuação do Fórum Nacional de Coordenadores Gerais (FNETEC), além do registro de atividades e depoimentos.


Revista e-Tec no Issu: http://bit.ly/2Je9enG
Revista e-Tec em .pdf: http://bit.ly/2HkMdOf

Levar cursos técnicos gratuitos e de qualidade a lugares afastados dos grandes centros urbanos é um desafio complexo, que está sendo transposto pela Rede e-Tec Brasil, inciativa criada em 2007 pelo Ministério da Educação (MEC) e da qual a UFRN faz parte desde 2012.

Concebida para fomentar a educação técnica e tecnológica a distância, a Rede tem expandido e interiorizado a oferta, democratizado o acesso a cursos técnicos de nível médio e oportunizado formação continuada para profissionais da educação.
Os cursos são semipresenciais. O aluno estuda através do Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), adequando a rotina de estudos ao seu cotidiano, e conta com a estrutura do polo de apoio presencial – local equipado com computadores e internet – e com o acompanhamento de tutores e professores.

Coordenado pela Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ) em parceria com a Escola de Saúde (ESUFRN) e com o Instituto Metrópole Digital (IMD), o programa está presente em 32 municípios potiguares.
Assessoria de comunicação.

Comentários