Pular para o conteúdo principal

UFRN recebe doação do acervo jornalístico do Novo Jornal

Foto: Cícero Oliveira
O acervo jornalístico do Novo Jornal foi doado oficialmente à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) na manhã desta segunda-feira, 18, em sessão solene de assinatura, na Sala dos Colegiados Superiores. A cessão do material visa o armazenamento adequado do imprenso e a melhoria de acesso do conteúdo digitalizado à população.

A reitoria Ângela Maria Paiva Cruz agradeceu ao proprietário do Novo Jornal e professor aposentado do curso de Jornalismo, Cassiano Arruda Câmara, por ter escolhido a UFRN para doar o acervo, especialmente no momento em que a instituição de ensino comemora 60 anos. A gestora lembrou que o trabalho de arquivamento dos exemplares do periódico foi viabilizado devido ao trabalho da Universidade junto aos senadores Fátima Bezerra, Garibaldi Alves e Agripino Maia e aos deputados federais Rafael Motta, Rogério Marinho e Zenaide Maia, por meio de emendas parlamentares. 

Cassiano Arruda Câmara afirmou que não há local melhor para o acervo permanecer do que na UFRN. O jornalista reconheceu que participou da solenidade de doação emocionado por estar depositando o jornal, ao qual se dedicou durante oito anos. “O Novo Jornal significou a realização de um sonho e, do ponto de vista jornalístico, foi o retrato da transição do jornal impresso para a internet”.

Com a cessão do acervo, o material online ficará no repositório do Laboratório de Imagens (Labim) da UFRN, plataforma aberta para consulta, e o acervo físico, em suporte de papel, já está sob a guarda do Laboratório de Restauração e Conservação de Livros e Documentos Históricos (Labre). 

Acervos Jornalísticos
Além do Novo Jornal, que começou a circular em 17 de novembro de 2009 e teve a última edição impressa em 27 de outubro de 2017, a UFRN também é responsável pelo processo de documentação do Diário de Natal, que foi veiculado no período de 18 de setembro de 1939 até 2 de outubro de 2012.
ASCOM-Reitoria/UFRN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio