Pular para o conteúdo principal

Educadores do RN participam de viagem ao MIT media LAB nos EUA

Imersão em Boston (EUA) faz parte do Desafio de Aprendizagem Criativa Brasil, realizado pelo Mit Media Lab e a Fundação Leman para apoiar projetos inovadores em educação.

Foto: Assessoria.
Entre os dias 7 e 12 de maio, um grupo de 12 brasileiros apoiados pela Fundação Lemann e pelo MIT Media Lab — laboratório de inovação do Massachusetts Institute of Technology (MIT) — participa de uma série de atividades relacionadas à aprendizagem criativa em Boston, Massachusetts (EUA).

Raimundo Melo e Talita Barbosa, fazem parte do grupo que embarcou para os Estados Unidos no último fim de semana coordenando o projeto Fotografia, Memória e Identidade. O projeto é realizado através da Rede Potiguar de Televisão Educativa e Cultural, através de uma parceria entre do Centro de Documentação e Comunicação Popular (CECOP), o Pontão de Cultura e Comunicação e a Secretaria Estadual de Educação e Cultura do RN.

A viagem é um dos benefícios do Desafio de Aprendizagem Criativa Brasil, promovido em uma parceria das duas organizações. No programa, os participantes ganham uma bolsa, participam de eventos de inovação na educação e recebem acompanhamento para desenvolverem seus próprios projetos durante um ano.

"O Desafio Aprendizagem Criativa Brasil permite que pessoas de diferentes trajetórias se unam em uma poderosa troca de ideias", diz Camila Pereira, Diretora de Educação da Fundação Lemann. "Estamos animados com os projetos que estamos apoiando este ano, que marca a segunda edição do Desafio, e com o potencial de transformação para a educação que eles têm”, completa.


Fotografia, Memória e Identidade
Raimundo Melo e Talita Barbosa, educadores e comunicadores do Rio Grande do Norte, são responsáveis pelo Projeto Fotografia, Memória e Identidade, que foi selecionado pelo Desafio Aprendizagem Criativa Brasil. O projeto trabalha o exercício do olhar e o uso da linguagem fotográfica na dinamização criativa do processo educativo e na produção e difusão de bens culturais em espaços de escolas públicas e comunidades quilombolas.

Articulando os campos da fotografia, memória e identidade, essa experiência coloca em evidência o protagonismo de crianças, adolescentes, jovens, adultos; além de alunos e educadores na produção e difusão do conhecimento de forma dinâmica e criativa.

Essa iniciativa dá ênfase ao uso das novas tecnologias da comunicação e da informação, à formação integral, inovadora e criativa dos atores envolvidos e a valorização da memória e histórias das comunidades. A proposta aponta para a criação de espaços locais de memória e afirmação da identidade cultural e o comprometimento da educação com a transformação social.


Aprendizagem Criativa em Boston
Durante essa semana em Boston, o grupo de brasileiros está em contato com novos conceitos da Aprendizagem Criativa e conhecendo de perto o trabalho do Lifelong Kindergarten Group (LLK) do MIT Media Lab. A agenda também prevê momentos para que os participantes compartilhem suas percepções sobre os desafios e oportunidades da educação brasileira com pesquisadores e a comunidade do MIT Media Lab.

É sempre muito bom receber os fellows brasileiros. Eles trazem perspectivas e experiências muito diferentes das que temos. O resultado é uma troca de aprendizagens riquíssima para todos”, comenta Leo Burd, diretor do Lemann Creative Learning Program no MIT Media Lab.

Parte da semana em Boston também será dedicada a visitas a organizações educacionais parceiras do MIT Media Lab na região. Entre elas, encontram-se escolas inovadoras como NuVu Acera, e espaços de aprendizagem informal, como Parts and Crafts e South End Technology Center.

É uma grande oportunidade de conhecer o MIT e toda equipe, pesquisadores, escolas e suas experiências”. “Estamos vivenciando um momento de intercâmbio de conhecimentos criativos e culturais; de compartilhamento da experiência que desenvolvemos com uso da imagem no processo educativo”, contam Raimundo e Talita.


No último dia no MIT Media Lab, 12 de maio, os brasileiros participarão do Scratch Day (Dia do Scratch), uma rede global de eventos nos quais as pessoas se reúnem para celebrar o Scratch, a plataforma de programação gratuita e comunidade online para crianças. Os eventos do Scratch Day reúnem jovens da comunidade Scratch para que eles compartilhem projetos, aprendam uns com os outros, e deem as boas-vindas aos recém-chegados. No ano passado, foram mais de 1000 eventos organizados ao redor do mundo.

Assessoria de comunicação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio