Pular para o conteúdo principal

Projeto de Extensão “Mulheres na TI” quer aumentar a representatividade feminina na área


Por Cione Cruz

Em abril de 2017, um grupo de professores do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN) iniciou debates a respeito da inserção da mulher na área de Tecnologia da informação. Essas discussões foram amadurecendo e deram início a um projeto de extensão com o objetivo de desmistificar o papel da mulher na área de Tecnologia da Informação e aumentar a representatividade feminina como profissional de TI na comunidade local. O projeto foi aprovado no final de fevereiro de 2018 e realizará a sua primeira ação na semana em que se comemora o Dia Internacional da Mulher.

Para embasar a submissão do projeto, foram levados em consideração, entre outros fatores, alguns dados que apontam para a grande discrepância na quantidade de homens e mulheres na área de TI. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada pelo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2013, apenas 17% dos profissionais de TI no Brasil eram mulheres, ganhando 30% a menos que homens nos mesmos cargos, com mesma escolaridade.

Trazendo esses números para a realidade local, no âmbito da UFRN, em um trabalho realizado na disciplina de Tópicos Especiais, do curso de Bacharelado em Tecnologia da Informação (BTI) do IMD, sobre “Análise de Dados Educacionais”, foi identificado que o número de alunas ingressantes no BTI tem aumentado proporcionalmente ao número de alunos, permanecendo baixo, em torno de 15%.

Nesse contexto, o projeto de extensão “Mulheres na TI” pretende organizar múltiplas ações de atração e estímulo às mulheres na área de Tecnologia da Informação com foco em dois públicos: meninas que cursam ensino médio e alunas de graduação em computação. A estratégia é mostrar que jovens mulheres têm atuação destacada como estudantes universitárias e que as mulheres têm papel de destaque no mercado de trabalho e comunidade acadêmica.

Fazem parte do projeto de extensão as professoras Isabel Dillmann Nunes (coordenadora), Iris Linhares Pimenta, Anna Giselle Câmara Dantas Ribeiro Rodrigues e os professores William Brenno dos Santos Oliveira e Cesar Renno Costa. Para auxiliar nas ações, o projeto conta com um grupo de discentes voluntários e bolsistas: Elma Ramá dos Santos Rocha, Thayrone Dayvid dos Santos, Joicy Daliane Silva Oliveira, Sarah Raquel de Lima Ferreira, Soraya Roberta dos Santos Medeiros.

DIA INTERNACIONAL DA MULHER
Aproveitando a data em que é celebrado o Dia Internacional da Mulher e enfatizando o contexto no qual o dia foi criado, em prol das lutas femininas por melhores condições de vida e trabalho e pelo direito de voto, o projeto de extensão “Mulheres na TI” vai promover, nesta quinta-feira,  dia 8 de março, às 13, no hall de entrada do CIVT (prédio principal do IMD) uma Roda de Conversa, coordenada pela professora Mônica Magalhães Pereira (DIMAp). NO dia seguinte (9/03), serão realizados mais dois eventos: a palestra “Level UP – Desvendando o Universo Game”, e a oficina “Game Designer – Construindo Mundos”, a partir das 14h, na sala A402 do CIVT.

Todas as mulheres do Instituto Metrópole Digital e interessadas no tema estão convidadas a participar dessa programação. Para os eventos do dia 9 há um limite de 40 pessoas, a ser preenchido por ordem de chegada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio