Pular para o conteúdo principal

Aula Magna da UFRN comemora 60 anos da instituição

Reprodução.

A Aula Magna da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) acontece no dia 16 de março, às 8h30, no Auditório Prof. Otto de Brito Guerra, localizado na Reitoria. A cerimônia terá como tema “A contribuição da UFRN ao desenvolvimento socioeconômico do Estado” e abre a programação dos 60 Anos da instituição de ensino.

Marcando oficialmente o início do período letivo de 2018.1, a Aula será ministrada pelos reitores Diógenes da Cunha Lima, Genibaldo Barros, Daladier Pessoa Cunha Lima, Geraldo dos Santos Queiroz, José Ivonildo do Rêgo, Otom Anselmo de Oliveira e Ângela Maria Paiva Cruz, com mediação do professor Tarcísio Gurgel.

A solenidade terá início com lançamento do selo alusivo aos 60 Anos da UFRN pelos Correios, além da apresentação da logomarca e do site comemorativo. Durante o ano de 2018 e dentro da programação, haverá outros pontos de destaque, como a Ópera do Conhecimento, de Danilo Guanais, a Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura (CIENTEC), o documentário sobre os 60 Anos e o lançamento de livros históricos que resgatam a memória cultural do estado.

60 Anos
A UFRN foi criada em 25 de junho de 1958, por meio de lei estadual, nominada na época de Universidade do Rio Grande do Norte, sob o reitorado de Onofre Lopes. Instalada em 21 de março de 1959, em sessão solene no Teatro Alberto Maranhão, a instituição foi formada a partir da conjunção das faculdades de Farmácia, Odontologia, Direito, Medicina, Filosofia e a Escola de Serviço Social. A federalização ocorreu no dia 18 de dezembro de 1960, passando a ser chamada de Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
ASCOM-Reitoria/UFRN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio