Pular para o conteúdo principal

ANO LETIVO 2018: Governo abre ano letivo com lançamento do PIBIC Jr

Inicio do ano letivo e assinatura de pibic Jr. Fotos: Ivanízio Ramos.
O ano letivo 2018 começou para os estudantes da Rede Estadual de Ensino do Rio Grande do Norte trazendo a oportunidade de descoberta do mundo da pesquisa científica. Em um momento de acolhida e reafirmação dos propósitos educacionais, o governador Robinson Faria esteve na tarde desta segunda-feira (19) na Escola Estadual Dom Nivaldo Monte, no bairro de Emaús, em Parnamirim, para abrir das atividades letivas com o lançamento do Programa de Iniciação Científica Jr, o PIBIC Jr. O evento contou com a presença da secretária de Estado da Educação, Cláudia Santa Rosa, e do diretor-presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do RN (Fapern), Uilame Umbelino.

Com investimento de meio milhão de reais, o Governo do Estado, por meio de convênio firmado entre a Secretaria de Educação e Cultura (SEEC) e a Fapern, lançou o PIBIC Jr, projeto que objetiva estimular o interesse dos jovens nas atividades de pesquisa científica. 

O programa vai oferecer a estudantes do ensino médio e de educação profissional da rede estadual, 250 bolsas no valor de R$ 100, cada, e 50 kits ciência (composto por material de laboratório e/ou informática) no valor de R$ 4 mil para cada projeto vinculado à iniciação científica ou tecnológica, conforme prevê o edital que tem publicação prevista para próxima quinta-feira, 22 de fevereiro. 

Para dar as boas-vindas, Robinson parabenizou toda a comunidade escolar e comentou sobre a importância do PIBIC Jr. “Inovação é o que a população espera da gestão pública. E quando inovamos na educação investimos no futuro, em jovens que se preparam para um mercado mais competitivo e global. É a educação a ferramenta mais importante de transformação social e o Estado está contribuindo com esse processo. Hoje é mais um dia de conquista”, declarou o chefe do Executivo estadual.

Uilame Umbelino destacou a necessidade de inserir os alunos do ensino médio na seara de pesquisas. “A ciência e a tecnologia são as chaves para o desenvolvimento. Por isso, é fundamental que o início dessas atividades se torne mais precoce. Até uns anos atrás a iniciação científica começava somente nas universidades. Agora, tem que começar antes”, afirmou.

Escolas de tempo integral
O evento aconteceu na Escola Dom Nivaldo Monte, que recebeu um investimento de R$ 320 mil para reforma do prédio como ampliação de espaços, construção de novos banheiros e pintura beneficiando os profissionais da instituição e os mais de 250 alunos matriculados. 

Na ocasião, Cláudia Santa Rosa lembrou do desafio de fortalecer a educação. “Esta é uma das 49 escolas de tempo integral que estamos implantando. Até 2016, não tínhamos nenhuma e até o final deste ano teremos mais de 50 por todo o estado. E lançar o PIBIC Jr é mais uma ação voltada para o fortalecimento do ensino médio no RN”, disse. Já a diretora Maguinalva Medeiros completou que o programa “agrega valor ao trabalho desenvolvido na escola, que é formar jovens protagonistas”.

Também estiveram presentes a Coordenadora de Desenvolvimento Escolar da SEEC, Lúcia Palhano, a Diretora da 2ª Dired, Claudiana Telles, a secretária Adjunta da Educação, Mônica Guimarães, a subcoordenadora de ensino médio, profª. Geralda Efigênia, o vice-diretor da Escola Dom Nivaldo Monte, Joel Ferreira, o vereador e professor, Ítalo Siqueira e o Estudante, jovem protagonista, Rafael Silva, representando os colegas estudantes.

Investimentos em educação
Em janeiro passado, o Governo entregou, em parceria com o Ministério da Educação, quase 70 mil kits de material escolar para alunos do ensino médio e Educação de Jovens e Adultos, o que totalizou um investimento de quase R$ 2 milhões. Os kits, com 4 cadernos, duas borrachas, três lápis e quatro canetas, beneficiaram alunos de 105 escolas nas 16 diretorias regionais de educação.

Nos últimos três anos, o Estado passou de apenas um Centro Estadual de Educação Profissional para oito centros estaduais, sob investimento de R$ 124 milhões nas construções. Sete foram inaugurados no primeiro semestre de 2017 e já estão em funcionamento em Natal, Nova Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Alto do Rodrigues, Mossoró, Extremoz e Ceará-Mirim. Além desses, mais dois centros estão sendo construídos e serão entregues ainda neste ano e outro entrará para fase de licitação.

Para atender oito mil alunos foram adquiridos mais de 16 ônibus escolares que foram entregues em agosto do ano passado. Também foram alugados mais 18 carros para colaborar com as necessidades das Diretoriais de Educação e Ensino. 

Além disso, o Governo convocou, em 2017, 423 professores para o quadro efetivo totalizando mais de dois mil convocados somente do concurso 001/2015. 

Assecom-RN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio