UFRN promove Congresso Nacional de Inclusão na Educação Superior

CAENE CONGRESSO INCLUSAO/28Novembro17/Foto: Cicero Oliveira.
O II Congresso Nacional de Inclusão na Educação Superior e Educação Profissional Tecnológica iniciou sua programação na manhã desta terça-feira, 28, e segue até 1º de dezembro, no Praiamar Hotel, localizado em Ponta Negra. O I Fórum Nacional de Coordenadores de Núcleos de Acessibilidade das IFES e o I Encontro de Pesquisadores de Educação Especial da Região Nordeste também estão acontecendo no mesmo local.

A abertura do evento contou com as participações da reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz; da representante da Prefeitura do Natal e secretária Municipal de Educação, Justina Iva de Araújo Silva; do presidente da Comissão Permanente de Apoio a Estudantes com Necessidades Educacionais Especiais (CAENE), Francisco Ricardo Lins Vieira de Melo, e da presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores em Educação Especial (ABPEE), Vera Lúcia Messias Fialho Capellini.

O professor Francisco Ricardo Lins Vieira de Melo, da CAENE, falou que se partirmos do princípio que nascemos livres e iguais todos deveríamos ter os direitos básicos garantidos, e um desses benefícios é o acesso à escolarização pública e gratuita. 

A reitora Ângela Maria Paiva Cruz proferiu a conferência de abertura “Responsabilidade social, ética e cultura inclusiva no ensino superior”, na palestra ela falou sobre a concepção e a inserção da responsabilidade social da instituição universitária e sobre o que a UFRN tem feito nesse sentido. A gestora citou as políticas de acesso, como o argumento de inclusão criado em 2006 e a política de cotas iniciada em 2013, além dos projetos de assistência estudantil, como as bolsas alimentação, transporte, óculos, moradia, atleta, entre outras ações como os plantões psicológicos e o grupo de apoio terapêutico e de aconselhamento em saúde.

Para finalizar a apresentação a reitora mostrou o trabalho feito pela CAENE, pelo Laboratório de Acessibilidade da Biblioteca Central Zilá Mamede e do Serviço de Musicologia Braile e Apoio a Inclusão da Escola de Música da UFRN (EMUFRN).

O evento é uma realização da UFRN com o apoio da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA), da Universidade Federal do Paraná (UFPR), da Universidade Federal de Goiás (UFG) e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR).
Ascom Reitoria/UFRN

Comentários