Fórum sobre cinema infantil e educação acontece pela primeira vez em Natal

Reprodução.
O papel educativo do cinema será discutido no Fórum Pensar a Infância, que acontece de 6 a 9 de novembro na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em parceria com a Copacabana Filmes e a Secretaria de Audiovisual do Ministério da Cultura.

O evento integra o Festival Internacional de Cinema Infantil (FICI), realizado pela primeira vez em uma cidade nordestina. A abertura será às 19h da segunda-feira, 6, no Cinemark Midway Mall shopping, que sediará o Prêmio Brasil de Cinema Infantil. A escolha dos filmes vencedores será feita por um júri de crianças de escolas públicas potiguares. 

Debates, painéis, rodas de conversa e projeções fílmicas mediadas constituem a programação do fórum, que busca contribuir para as futuras iniciativas de cineastas brasileiros, a formação de educadores, além de possibilitar a formação de grupos de trabalho para estudos e pesquisas sobre a temática. 

O evento ainda tem como objetivo estimular a troca de experiências entre educadores e realizadores locais e nacionais, com presença internacional do cineasta chileno Andrés Waissbluth. Os painéis envolvem discussões sobre a produção cultural para a infância e suas políticas públicas, narrativas, educação, diversidade, acessibilidade, desenvolvimento de inteligências e sensibilidades infantis. 

Entre os participantes estão a coordenadora de Audiovisual do grupo Nós do Morro, Luciana Bezerra (RJ); o integrante do Programa de Alfabetização pelo Audiovisual, Gabriel de Andrade (RS); o produtor cultural e idealizador do projeto Playground Natal, Marcílio Amorim (RN) e a diretora da organização Mais Diferenças, Carla Mauch (SP), além de outros nomes de relevância na educação, pesquisa e produção cultural infantil. 

As inscrições para o Fórum Pensar a Infância são gratuitas e limitadas, por meio do link: https://goo.gl/Qrs6pP.
ASCOM – Reitoria/UFRN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POLICIAL: Acidente na BR 405 centro do Apodi

POLICIAL: Mais um crime de homicídio em Apodi

A saga do Prefeito Alan que só quer culpar os outros

Prefeitura descumpre sua parte e ainda não fez repasse a APAMI

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município