Pular para o conteúdo principal

Prefeito Alan rebate denúncia sobre suposta contratação irregular e destaca: “ele vai ter que provar na Justiça”

Crédito da foto: Assessoria de comunicação.
O prefeito de Apodi Alan Silveira foi categórico ao rebater denúncia, protocolada junto à Câmara Municipal, sobre suposta contratação irregular de trabalhadores autônomos para prestar serviços de roço de mato ao Município. “Nunca existiu isso, essa contratação que estão dizendo. Ele vai ter que provar na Justiça”, destacou Alan.

A denúncia em questão foi feita pelo agricultor Antônio Francisco Pinheiro de Souza durante esta terça-feira (14) na sede do poder Legislativo Municipal.

Conforme o documento, o denunciante teria sido contratado, através de acordo político e sem licitação, para roçar o mato às margens das estradas carroçáveis que ligam as comunidades de Melancias à barragem de Santa Cruz e sítio Urbano à Melancias.

O agricultor relata que o pagamento, no valor de R$ 4 mil, seria feito através de outros servidores da Prefeitura, de forma ilegal, e que mesmo assim, ainda não tinha recebido mesmo tendo concluído o trabalho.

Ainda de acordo com a denúncia, o prefeito estaria se esquivando de cumprir com o compromisso e teria dito ao denunciante que iria realizar uma licitação para poder pagar de forma legal.

Alan Silveira desmente o agricultor e afirma que nunca fez nenhum acordo para que ele prestasse o serviço relatado e que vai sentar com o setor jurídico para buscar a melhorar maneira de tornar público a verdade.

Esta é uma denúncia grave e sem fundamento. Ele vai ter que provar que eu mandei fazer o serviço. O que eu não vou fazer é ficar parado vendo essa mentira se espalhar como se fosse uma verdade”, ressalta.

A denúncia foi feita aos vereadores de oposição Chico de Marinete, Genivan Varela, Gilvan Alves, Bebé Gama e Charton Rêgo. 
Assessoria de Comunicação Integrada

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio