Para se livrar de denúncias, Temer liberou mais de R$ 6 bilhões em emendas

Reprodução.
Barrar as duas denúncias contra o presidente Michel Temer custou caro para o governo. De acordo com o site Congresso em Foco, desde que o presidente foi acusado pela primeira vez, em junho deste ano, foram liberados R$ 6,6 bilhões em emendas parlamentares destinadas a deputados e senadores.

A ONG Contas Abertas detalha que de janeiro a maio de 2017 foram gastos R$ 102,6 milhões. Em junho, época da primeira denúncia, o valor passou para R$ 2 bilhões. No mês seguinte, os gastos continuaram aumentando, atingindo os R$ 2,2 bilhões e voltando a diminuir em agosto, quando foram registrados R$ 199 milhões.

Durante a época da segunda denúncia, em setembro, o valor liberado em emendas foi de R$ 1 bilhão e em outubro ultrapassou o R$ 1,2 bilhão.

A cronologia dos empenhos orçamentários demonstra, claramente, que as emendas estão sendo utilizadas como moedas de troca. Ainda que sejam obrigatórias, o governo realiza os empenhos estrategicamente às vésperas das votações do seu interesse”, aponta Gil Castelo Branco, secretário-geral da Associação Contas Abertas.
As informações são do Congresso em Foco

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POLICIAL: Acidente na BR 405 centro do Apodi

POLICIAL: Mais um crime de homicídio em Apodi

A saga do Prefeito Alan que só quer culpar os outros

Prefeitura descumpre sua parte e ainda não fez repasse a APAMI

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município