Pular para o conteúdo principal

DENUNCIA GRAVE CONTRA O PREFEITO É PROTOCOLADA

Reprodução.
Na manhã desta terça-feira (14), recebemos a denúncia do cidadão Francisco Pinheiro contra o Prefeito de Apodi, entre os detalhes declarados, podemos perceber ações como a contratação de serviços sem licitação, terceirização indevida e intenção de realização de processo licitatório com os serviços já prestados. Segue o termo de declaração na íntegra para o conhecimento de todos:

ANTONIO FRANCISCO PINHEIRO DE SOUZA, brasileiro, casado, inscrito no RG: 994.527, e no CPF nº 967.252.064-68, munícipe residente e domiciliado no Sítio Santa Cruz, Zona Rural, Apodi/RN, CEP: 59.700-000, veio à presença dos vereadores Francisco de França Pinheiro, Genivan Aires da Costa (presidente), José Gilvan Alves, Francisco Antônio Gama, Charton Rêgo, dizer e expor o que segue:

Que em um acordo político com o prefeito Alan Silveira, ficou acertado deste declarante realizaria o trabalho de roço de estrada carroçável, a ser feito de forma manual juntamente com 2 (dois) outros ajudantes, na localidade de acesso do Sítio Melancias à barragem de Santa Cruz e Sítio Urbano à Melancias. Afirma que em decorrência deste serviço lhe seria pago a quantia de R$ 4.000,00 (quatro) mil reais.

Tal pagamento seria através da pessoa de DeAssis, prestador de serviços à Prefeitura Municipal de Apodi, que vem realizando as ações de "Tapa Buraco" na cidade.

Entretanto, quando fora saber pagamento, o funcionário Alcides do setor de compras da PMA, lhe informou que não daria mais para acertar o pagamento por meio deste prestador, sendo dito que seria ajeitado para ser feito por meio de outro prestador de serviços de nome "João da Pipa", que aceitou fazer a transação mediante uma contrapartida de R$ 300,00 (trezentos) reais.

Para a realização deste trabalho usou a mão-de-obra de 2 (dois) outros trabalhadores (Jean Costa e Berg) arcando com todo o custo do trabalho destes, inclusive alimentação e combustível dos seus transportes. Esse serviço levou 80 (oitenta) dias para ser concluído, trabalhando em uma jornada das 7 hrs às 17 hrs, com o intervalo apenas para almoçar.

Em meio à dificuldade de receber, procurou o Secretário Laete Oliveira como forma deste mediar. Tendo o secretário reconhecido a dívida, reconhecido o bom trabalho realizado, e disse que o Prefeito tinha que pagar, mas não permitiria que este pagamento fosse feito por meio da sua Secretaria de Obras. Logo em seguida indicou a pessoa de Neném de Pedro Enéas para ir fazer a medição e fotografar os serviços feitos pelo declarante, tendo este se recusado mandando ir o próprio secretário.

Diante de tantos desvios em honrar com o compromisso, vem buscando o Prefeito Municipal, Alan Silveira, na sede da Prefeitura, semanalmente, sendo que na última vez que foi e conversou com o Prefeito este se esquivando disse havia que fazer processo licitatório para poder obter a legalidade para pagar. E até o presente momento processo algum foi feito, tampouco pago o que lhe é devido. Nada mais foi dito, nem lhe foi perguntado.


Sala das comissões, Apodi, 14 de novembro de 2017.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…