Pular para o conteúdo principal

Uerj suspende ano letivo de 2017 por tempo indeterminado, devido à crise

Reprodução.
A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) decidiu que não voltará às aulas nesta terça-feira, dia 1º de agosto, como estava previsto. De acordo com o reitor Ruy Garcia Marques, a decisão foi tomada pelo conselho de diretores da universidade, devido aos atrasos nos salários dos funcionários e nos pagamentos das bolsas para estudantes. Com a suspensão das atividades, não há previsão para iniciar o primeiro semestre letivo de 2017.

Nós não queríamos isso. Mas não temos o que fazer. A situação está gritante, além disso, ocorre o não funcionamento do restaurante universitário, que não é só para os cotistas, mas para todos os alunos e docentes. Nenhuma empresa se interessou e participar do processo licitatório. Esse tratamento com a universidade é desumano”, afirmou o reitor.

Segundo Ruy Garcia Marques, a Uerj consultou mais de 50 empresas, mas nenhuma delas quis participar da seleção para assumir o restaurante da universidade, pois teme ficar sem pagamento do governo estadual.

Inicialmente, a Uerj comprimiria dois semestres em apenas sete meses, que seriam ministrados entre agosto de 2017 e fevereiro de 2018. A medida era para ajustar o calendário e não precisaria mais dar aulas durante os períodos de férias — isso, claro, se não houvesse mais nenhuma interrupção no serviço.
Nota:
Olha, o carioca se permitiu anos a fio um partido corrupto, praticando corrupção
atrás de corrupção se sucedeu no governo do estado. Agora pagam caro demais.
Quase não vejo solução para os cariocas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio