Pular para o conteúdo principal

Semarh e Caern planejam ações para melhorar o abastecimento na Serra de Santana

Reunião Semarh e Caern. Foto: Assessoria.
Por Ulyana Lima 

Uma reunião realizada na manhã desta sexta-feira (4), na Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) discutiu a situação de abastecimento de comunidades rurais abastecidas pela adutora da Serra de Santana.

O encontro, que foi um desdobramento de uma audiência pública realizada, na última quarta (02), no município de Lagoa Nova, foi coordenado pelo Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Ivan Júnior, e contou com a presença do Presidente da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), Marcelo Toscano, o Prefeito de Bodó e Presidente do Consórcio Intermunicipal de Saneamento da Serra de Santana (Conisa), Marcelo Filho, representantes de associações de moradores e técnicos da Companhia.

Na oportunidade, a Caern apresentou o Plano original de Abastecimento da adutora Serra de Santana e a atual situação do sistema. Também foram discutidas diversas ações necessárias para otimizar a distribuição de água, como um trabalho de educação ambiental sobre uso racional, conserto de tubulação, reservatórios e hidrômetros, fiscalização de ligações irregulares e revisão da tarifa cobrada.

Um dos encaminhamentos do encontro foi a elaboração de um novo plano, pela Caern, que vai definir e separar o abastecimento pelas sete cidades da Serra de Santana. Ele será apresentado na próxima reunião, marcada para o próximo dia 15.

A companhia também vai elaborar um diagnóstico contendo uma avaliação dos sistemas de distribuição que atendem as comunidades, levando em consideração todas as ramificações que foram desenvolvidas, sem projetos, para ampliar o abastecimento na zona rural. Para realização desse diagnóstico, as prefeituras da Serra de Santana entregarão um levantamento topográfico de cada comunidade que tem rede de abastecimento.

Também participaram da reunião representantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetarn), Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Fetraf), Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos comunitários (Seapac) e vereadores.
Assessoria de Imprensa da SEMARH 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio