LAVA JATO: Henrique e Cunha são denunciados por ‘corrupção’, ‘lavagem de dinheiro’ e ‘organização criminosa’

Reprodução.
O Ministério Público Federal (MPF) no Rio Grande do Norte denunciou os ex-presidentes da Câmara Henrique Eduardo Alves e Eduardo Cunha, além de outros quatro envolvidos no esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa investigado na Operação Manus, que deriva da Operação Lava Jato.

Cunha e Alves são acusados de receber pelo menos R$ 11,5 milhões em propinas de empreiteiras. Para o MPF, entre os dois existia uma “parceria criminosa”.

De acordo com a denúncia, entregue à Justiça Federal na terça-feira, os dois, pelo menos entre 2012 e 2014, “solicitaram, aceitaram promessa nesse sentido e efetivamente receberam vantagens indevidas, de forma oculta e disfarçada, por meio de doações eleitorais oficiais e não oficiais, em razão da atuação política e parlamentar de ambos em favor dos interesses de empreiteiras”.

Eduardo Cunha já estava preso no Paraná, quando a Justiça Federal acatou um novo mandado de prisão preventiva contra ele e Henrique Alves no dia 6 de junho. Alves foi preso pela Polícia Federal em Natal, e se encontra atualmente custodiado na Academia de Polícia Militar do Rio Grande do Norte.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PROCESSO ARQUIVADO: Nada de irregularidades com a APAMI

Os maiores açudes do Nordeste

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis

CELEBRIDADES: A mãe do filho de Neymar, bonita e bem paga

Secretaria de assistência social do município do Apodi afirmou que despesas do CRAS impedem festa das crianças