Criação de animais como membros da família faz mercado pet crescer em Apodi

Diferente da maioria dos setores da economia, o mercado de cuidados pets tem garantido boas vendas neste período de crise econômica, no município de Apodi.

Os dados apontam para um crescimento de cerca de 10% para 2017, acompanhando a estimativa nacional divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no ano passado.

De acordo com o médico veterinário e empresário Pollastry Diógenes, que mantém uma das maiores lojas agropecuárias e clínicas veterinárias da cidade, esse crescimento se deve às mudanças no comportamento dos donos de animais de estimação.

Hoje em dia, os pets são tratados como membros da família, e como estão em contato direto com eles, os donos acabam investindo mais na sua saúde, na alimentação, nos cuidados em geral”, explica.

É o caso da apodiense Fernanda Cristina. Ela destaca que cuida tanto da sua cadelinha Nina, que até a água que ela bebe é mineral, gelada e com cubos de gelo. “O que me faz ser tão cuidadosa é o amor que sinto por ela, por que ela é minha companheira”, comenta.

A estudante Jaiane Yasmin também mima como pode a sua gatinha Narizinho. Ela conta que que nunca precisou realizar exames caros, mas se precisasse, daria um jeito para conseguir fazer. “Tratamos ela como uma bebê”, acrescenta.

O veterinário Pollastry Diógenes diz que as maiores procuras na sua clínica são pelos tratamentos preventivos, como por exemplo, exames e vacinas. O motivo é o cuidado para não adquirir doença. “Assim como nós fazemos ao ir a posto de saúde, os donos fazem com seus bichinhos. Ninguém quer vê-los doentes”, conclui.
Êba! Agência de Mídia

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

POLICIAL: Acidente na BR 405 centro do Apodi

POLICIAL: Mais um crime de homicídio em Apodi

A saga do Prefeito Alan que só quer culpar os outros

Prefeitura descumpre sua parte e ainda não fez repasse a APAMI

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município