CONVIVÊNCIA COM A SECA: Governo do RN começa a implantar barreiros no semiárido

Morador da comunidade de Santa Terezinha, no município de Bodó, na região Seridó, Francisco Luiz de Souza, comemora a construção de um barreiro, recém-entregue pelo Governo do Estado, por meio do Programa Água Para Todos (PAT). “Nossa situação melhorou bastante porque a água acumulada serviu para regar nossa horta e nossa plantação de milho e feijão” diz.

Ele e moradores de outras 56 comunidades rurais espalhadas em 11 municípios das regiões do Alto Oeste e Seridó também serão favorecidos com a instalação desses reservatórios. No total, mais 500 famílias afetadas pela seca serão beneficiadas. A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) já finalizou 11 obras. Cinco estão localizadas em Bodó, três em Cerro Corá e três em Jucurutu.

O Secretário de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, Ivan Júnior, destaca que ações como essa são muito importantes para conivência com a estiagem, nas comunidades rurais dispersas. “Além da sobrevivência dos rebanhos, os barreiros auxiliam na sustentabilidade da agricultura de subsistência ajudando ainda no incremento da renda das famílias”, frisa ele.

De acordo com o Coordenador Estadual do Programa e Assessor Técnico da Semarh, Ranielle Linhares, na semana que vem serão iniciadas as obras em Santana do Matos. “Em paralelo às obras, a Semarh também executa um trabalho de campo, onde são realizando diagnósticos socioambientais e técnicos, além de capacitações das famílias contempladas.”

Os barreiros são pequenas contenções para captação de água de chuva que têm como principal objetivo matar a sede dos animais. A capacidade média do reservatório é sete mil metros cúbicos.

Mais de R$ 20 milhões investidos
O “Água para Todos” é um programa do Governo Federal voltado para o semiárido nordestino. Convênios assinados entre o Ministério da Integração e o Governo do Estado, através da Semarh, estão disponibilizando R$ 23 milhões para a implantação dos sistemas simplificados de abastecimentos de água em comunidades e aglomerados rurais e mais R$ 3,8 milhões para a construção dos barreiros.  Aqui no Estado, serão beneficiadas em torno de 18 mil pessoas de 50 municípios.

Os critérios de escolha das cidades foram elencados no decreto de criação do “Água Para Todos” e entre eles estão: Que os municípios apontados estejam entre os que receberam decreto de situação de emergência em decorrência da seca entre os anos de 2003 e 2013, que sua população esteja em situação de extrema pobreza ou que sua população rural não possua acesso adequado às fontes hídricas para consumo humano ou dessedentação animal.
Assecom-RN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENTREVISTA: Professor Bruno Coriolano concede entrevista ao Blog

Repórter Wilson Oliveira me passou informações preocupantes sobre situação da maternidade Claudina Pinto

Vereador Gilvan Alves doa um mês de salário e, consegue revitalizar Caixa D'água de comunidade do Góis

Nota de esclarecimento