Pular para o conteúdo principal

Prefeitura de baraúna quer reduzir direitos dos professores para pagar piso

Por Magnos Alves

A prefeitura de Baraúna quer retirar direitos dos professores adquiridos à custa de muita luta e sacrifício. Pelo menos foi essa a condição apresentada pelo Executivo local para conceder o reajuste do Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério, em vigor em todo o país desde o mês de janeiro, mas ainda sonegado pela prefeita Lúcia Alves.

A chefe do Executivo baraunense somente aceitar conceder o reajuste de 7,64% se os profissionais da educação aceitarem reduzir os percentuais pagos por titulação e tempo de serviço. A proposta apresentada foi a seguinte: reduzir de 6% para 3% o percentual pago por letra (progressão horizontal por tempo de serviço); a progressão funcional por título, hoje de 15%, seria reduzido inicialmente para 5%, e cairia um ponto percentual a cada ano, até zerar. Já o percentual pago a Mestres, hoje em 40% seria reduzido para 31% e o de Doutor, de atuais 50% baixaria para 39%. Além disso, a prefeita Lúcia Alves também quer que os trabalhadores da educação aceitem reformular o Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS) em 180 dias. Reformulação essa em que ela pretende reduzir ainda mais os direitos dos servidores do setor.

A proposta foi rejeitada de plano pelos trabalhadores, que apresentaram uma contraproposta. Eles aceitam um reajuste do Piso abaixo do percentual nacional, de 7,64% para 5%, sem mexer em nenhum direito já conquistado. A prefeitura tem dado sinais de que não vai aceitar a contraproposta.

Se até sexta-feira, dia 19/5, não houver uma resposta positiva à reivindicação dos trabalhadores, deverá ser deflagrada greve em assembleia já agendada para a manhã daquele dia.

Os trabalhadores consideram descabido sob todos os aspectos a proposta da prefeitura. Foram anos de luta para a conquista do plano e sua efetivação prática. Eles não aceitam de maneira alguma perder o que foi conquistado com tanto sacrifício”, aponta o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Baraúna (SINDSERB), Lairton Viana.
Magnos Alves

Repórter do Jornal de Fato

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio