Prefeitura de baraúna quer reduzir direitos dos professores para pagar piso

Por Magnos Alves

A prefeitura de Baraúna quer retirar direitos dos professores adquiridos à custa de muita luta e sacrifício. Pelo menos foi essa a condição apresentada pelo Executivo local para conceder o reajuste do Piso Salarial Profissional Nacional do Magistério, em vigor em todo o país desde o mês de janeiro, mas ainda sonegado pela prefeita Lúcia Alves.

A chefe do Executivo baraunense somente aceitar conceder o reajuste de 7,64% se os profissionais da educação aceitarem reduzir os percentuais pagos por titulação e tempo de serviço. A proposta apresentada foi a seguinte: reduzir de 6% para 3% o percentual pago por letra (progressão horizontal por tempo de serviço); a progressão funcional por título, hoje de 15%, seria reduzido inicialmente para 5%, e cairia um ponto percentual a cada ano, até zerar. Já o percentual pago a Mestres, hoje em 40% seria reduzido para 31% e o de Doutor, de atuais 50% baixaria para 39%. Além disso, a prefeita Lúcia Alves também quer que os trabalhadores da educação aceitem reformular o Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS) em 180 dias. Reformulação essa em que ela pretende reduzir ainda mais os direitos dos servidores do setor.

A proposta foi rejeitada de plano pelos trabalhadores, que apresentaram uma contraproposta. Eles aceitam um reajuste do Piso abaixo do percentual nacional, de 7,64% para 5%, sem mexer em nenhum direito já conquistado. A prefeitura tem dado sinais de que não vai aceitar a contraproposta.

Se até sexta-feira, dia 19/5, não houver uma resposta positiva à reivindicação dos trabalhadores, deverá ser deflagrada greve em assembleia já agendada para a manhã daquele dia.

Os trabalhadores consideram descabido sob todos os aspectos a proposta da prefeitura. Foram anos de luta para a conquista do plano e sua efetivação prática. Eles não aceitam de maneira alguma perder o que foi conquistado com tanto sacrifício”, aponta o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Baraúna (SINDSERB), Lairton Viana.
Magnos Alves

Repórter do Jornal de Fato

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FESTA: Rio Apodi amanheceu de barreira a barreira, lagoa do Apodi tomando muita agua

EITA PIULA: Ex-secretário de turismo Júnior Costa desmente matéria da assessoria de Alan e mostra provas

NATUREZA: Praticamente 10 anos depois a Lagoa do Apodi volta a ter um grande volume d’água