Pular para o conteúdo principal

Heloísa Helena diz que rede pensa um brasil sustentável

Heloísa Helena, que foi senadora por Alagoas e ex-candidata à presidência da República, participou na última sexta-feira, 12, da abertura da segunda Conferência da Rede Sustentabilidade no Rio Grande do Norte.

Em Natal, Heloísa Helena concedeu entrevistas para os principais veículos de comunicação. Para a militância da Rede falou sobre análise de conjuntura política global, formação das bases, fez uma análise da trajetória da Rede e, sobre eleições em 2018, disse que o desafio vai ser grande.

Nós temos que preparar nossa infantaria para ser soldado raso, limpar latrina, fazer trincheira, enfrentar no dia a dia das lutas. Claro que temos que pactuar com outros setores da sociedade para viabilizar uma aliança com Marina Silva para 2018, mas a possibilidade grande é que nos saiamos sozinhos, com dez segundos de TV, enfrentando toda essa gigantesca estrutura de poder político, econômico, midiático”, disse Heloísa. 

Sobre os pretensos adversários eleitorais de Marina Silva, numa possível candidatura à presidência no ano que vem, Heloísa comentou que o partido precisa se preparar para os desafios. E deixou uma injeção de ânimo para os integrantes da Rede. "Vamos trabalhar para que sejamos nós no segundo turno. A gente tem que olhar para eles e dizer 'Lula, Bolsonaro, Aécio' podem vir quente que nós estamos fervendo”, argumentou.

Heloísa Helena disse que a Rede prepara uma rodada de 18 debates nacionais em 2017 sobre eixos estratégicos para construção de um Brasil sustentável, e que terá participação de diferentes setores da sociedade. “É importante que a gente possa se preparar nos estados para construir programas alternativos para melhorar a vida das pessoas”.

Nós somos um partido, vamos disputar eleição, mas mesmo se nós formos derrotados eleitoralmente, nós temos que ter a consciência tranquila que somos invencíveis. A rendição da covardia nós não vamos assinar. A gente luta para que as mudanças venham no presente” concluiu a senadora.

Assessoria REDE Sustentabilidade/RN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Faleceu a jovem Ellaine Torres

Ellaine Torres se foi... Perdeu a luta para sua enfermidade. Foi uma guerreira. Resistiu enquanto pode. Não deu. Muito jovem, deixa filhinha, familiares e um mundo de amigos órfãos.
Muito triste para todos nós a perda de uma pessoa do bem e que tinha uma vida inteira pela frente.
Que Deus possa nos conceder o conforto. O sepultamento de Ellaine Torres será às 16 horas, no cemitério parque saudade.
Este é o meu consolo no meu sofrimento: A tua promessa dá-me vida Senhor. Salmos 119:50”.

E Alanzinho inaugura a primeira grande obra do seu governo

Uma vez a praça pronta - a parte mais difícil, diga-se de passagem - um parque viria complementar tão grandiosa obra.
A bacurauzada (como é conhecida a militância do PMDB por aqui) do Apodi vai, hoje (21), esquecer a praça, se regozijar e irá focar todo seu olhar, carinho e atenção no parque. Muito bonito, por sinal. Com certeza garantia de muitos sorrisos nos rostos das crianças daqui para frente. 
O Governo Alan Silveira (Alanzinho - como é carinhosamente chamado), inaugurará o parquezinho infantil da praça no dia de hoje. A primeira obra do seu governo. Muito bom para início. Vão logo começando a contar, temos certeza que muitas outras virão. Parabéns prefeito.

Zé Maria anuncia rompimento com o grupo do PCdoB

A partir de agora não partilharei de nenhum projeto ao lado do PCdoB. Tivemos um grupo até ganhar a eleição, depois, o boicote e o isolamento promoveu o desgaste”. Com essas palavras o ex-prefeito do Apodi, José Maria da silva, anunciou a esse blogueiro em entrevista na noite de ontem (29), o rompimento com o grupo do PCdoB aqui do Apodi.
Zé Maria nos afirmou que algumas pessoas estão achando, por exemplo, que a indicação do hospital foi um consenso de toda a oposição. Mas ele afirma que não foi bem assim. “Gostaria de esclarecer que não tive nenhuma participação nessa indicação. Eu, com o apoio de todos os vereadores de oposição, estava definindo um nome, porém a liderança do PCdoB não respeitou e fez a indicação de maneira isolada, desrespeitando a todos nós”, explicou Zé Maria. “Diante disso e de outras situações desagradáveis que passei (sem externar, em defesa da unidade), a partir de agora não partilharei de nenhum projeto ao lado do PCdoB”, continuou. “Tivemos um grupo até ganh…