Pular para o conteúdo principal

“Eles têm gás, nós temos excrementos”: manifestantes venezuelanos lançam bombas de fezes em oposição ao governo

Reprodução. 
Manifestantes da Venezuela estão adotando uma nova tática em sua oposição ferrenha ao presidente Nicolás Maduro. Esta nova tática envolve atirar potes de fezes contra as forças de segurança nacional, os coquetéis “poopotov”.

O nome é uma brincadeira com o coquetel molotov, uma bomba de fabricação caseira usada frequentemente durante os recentes protestos na Venezuela. Na semana passada, um manifestante da oposição foi acidentalmente incendiado por um desses coquetéis.

Uma imagem tem sido compartilhada pelos manifestantes nas redes sociais com a seguinte legenda: “Eles têm gás, nós temos excrementos. Incentivamos todos a marchar conosco hoje”.

Um dentista de 51 anos de idade que preparava recipientes para as bombas de fezes disse ao Reuters: “As crianças levarão pedras. Essa é a arma delas. Agora temos outra: excrementos”.

Um dos meus pacientes está coletando excrementos de seu filho”. As mensagens foram amplamente compartilhadas no WhatsApp venezuelano, fornecendo instruções detalhadas de como produzir as “armas”.

As mensagens incentivam os manifestantes a usar recipientes de plástico em vez de vidro, pois o objetivo dos “poopotovs” é humilhar as forças policiais, não feri-las.

Mas nem todos os manifestantes da oposição concordam com o ato, observando que lançar fezes animais e humanas pelas ruas pode causar a propagação de doenças, uma questão altamente preocupante por conta do saneamento básico precário da Venezuela.

Atualmente, o país está passando por uma grande crise, marcada por uma inflação de três dígitos, escassez de alimentos e a dificuldade de acesso a medicamentos. Os protestos já assolam o país há semanas. As pessoas enchem as ruas em protesto contra o presidente Nicolás Maduro e seu governo.

Até o momento, pelo menos 38 manifestantes foram mortos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis

Na natureza, tamanho pode ser documento. A notícia que uma lula encontrada nas Ilhas Malvinas tem um pênis do comprimento do seu corpo causou certo espanto, mas ela está longe de ser exceção.

O homem Nesta proporção também se enquadra o homem. Em média, o tamanho médio dos pênis varia entre 12 e 15 centímetros em estado ereto, apesar de depender de diversos fatores como raça, biotipo, genética e tamanho da pessoa.
Portanto, não há uma definição específica para o tamanho do Pênis na nossa espécie. Segundo a enciclopédia científica, pênis apenas com 7 cm ou menos em estado de ereção são considerado pequenos.
A baleia-azul
A baleia-azul (Balaenoptera musculus), que chega a ter mais de 30 metros de comprimento, é considerada pelos cientistas a espécie mais bem dotada do reino animal, pelo menos em termos absolutos: o órgão sexual de um macho adulto atinge mais de 2 metros de comprimento -- mas isso significa apenas 7% do tamanho de seu corpo.
A Lula Na natureza, o tamanho do aparelho reprod…

PANDEMIA: Falece de covid-19 em Mossoró 3º Apodiense

Mais um apodiense faleceu vítima da COVID-19. Sidney (45), estava internado na UTI em Mossoró lutando pela vida. Foi bravo, mas foi vencido. Teve duas paradas cardíacas e não resistiu na segunda no final da tarde início da noite de hoje (22). Infelizmente. Muito triste.
Nossos pêsames aos familiares. Sidney foi o terceiro Apodiense morto pelo coronavírus. Deus proteja a nós todos.

CIÊNCIAS: Vale apena saber – Porque quando estamos gripados não sentimos o cheiro nem sabor das coisas?

Quando você está com gripe ou resfriados você quase não sente o cheiro das coisas. Quanto ao sabor é como se tivéssemos comendo palha. Mas será por que isso acontece?
Ao ficarmos gripados ou resfriados as células que formam a mucosa nasal produz excesso de muco (espécie de liquido pegajoso) na tentativa de diminuir a irritação causada pelos agentes causadores da infecção.
Dessa forma o excesso de muco dificulta a chegada das moléculas de odor, que se propagam no estado gasoso, até as células receptoras de olfato e com isso há uma diminuição nesse sentido.
Além disso, os próprios vírus afetam células olfatórias prejudicam ainda mais o funcionamento do olfato. Como o olfato interfere na identificação dos sabores esse sentido também fica prejudicado, daí você também não sentir o gosto.
É isso ai, repouso, boa alimentação e muito líquidos são fundamentais na recuperação contra gripes e resfriados. Agora você ficou sabendo por que não sentimos cheiro nem o sabor quando estamos com gripe e resf…