Como o comportamento do Apodiense esta diferente no passado e no presente

Foto: Blog do Cassinho Morais. 
A semana ficou marcada por sérios problemas no transporte escolar que conduz os alunos da zona rural até a cidade e vice-versa para estudar.

Segundo informações o pneu do ônibus estourou três vezes em dias diferentes. Deus sustentou o ônibus, graças a Ele nada de mal aconteceu.

Mas... Pensando bem. Se fosse em outros tempos, será que o mundo não teria desabado? Aqui em Apodi, se não fosse o blog do Cassinho Morais talvez poucos tivessem conhecimento do fato.

Já imagino o fato no passado: praticamente todos os  blogs da cidade falando no assunto a semana toda. Alguém metendo a mão no bolso e propagando uma matéria paga em todos meios de comunicação do estado. Isso em outros tempos. Mas agora estamos em tempos atuais.

A meu amigo, em tempos atuais, em uma das ocasiões em que o pneu estourou teve parente de aluno que até comentou: “Ah! Que Besteira. Eles só andaram apena três Km a pé para chegar em casa. Isso lá é nada”. Atualmente tudo está muito bem apesar do perigo. Está tudo muito bom.

Aliás como o povo está feliz atualmente. Breve retrospecto dessa realidade:

No passado: AENTS não aceitou R$ 27 mil para financiar o transporte.
No presente: Por menos a ENTS ficou feliz da vida. Isso no presente.

No passado: Sindicato e sua representação destruiu gestão por questões salariais, justas, diga de passagem. No final, quando limite prudencial baixou, foi concedido reajuste de 8%. Categoria não quis. Rejeitou. Isso depois de sucessivas greves e protestos.


Dialogo extraídos das redes sociais
No presente. Foi concedido pouco mais de 7%. Sindicato, aceitou, aplaudiu. Amou. Por que agora está tudo bem. 

No passado: Vereadores zelosos criaram uma lei para coibir o nepotismo em Apodi. Antigo gestor vetou. Os vereadores derrubaram o veto. A lei ficou válida. Era boa.

No presente: Pois não é que os mesmos vereadores que elaboraram a lei do nepotismo e articularam arduamente para derrubar o veto da gestão passada, trabalharam para que a lei seja alterada? De repente ela já não serve mais.

Pois não é ainda que muitos cidadãos que aplaudiram a ação desse vereador, hoje torcem para que a lei também seja modifica? A lei não serve mais mesmo. 

No passado: limpeza do mato nas ruas, lixo acumulado, era problema do poder público, única e exclusivamente.

No presente: Tem individuo defendendo que limpeza pública é de responsabilidade do cidadão. No passado, o mesmo individuo (print ao lado), defendia justamente o oposto, era do poder público. 

Até tentativamente de convencimento de pessoas a pegar uma enxada e limpar o mato nos arredores de suas ruas é deve ser responsabilidade de moradores das adjacências.

Bom. isso são apenas alguns singelos exemplos. No presente. Pois é. Que bom que tudo virou um mar de rosas. Apesar dos pesares.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FESTA: Rio Apodi amanheceu de barreira a barreira, lagoa do Apodi tomando muita agua

EITA PIULA: Ex-secretário de turismo Júnior Costa desmente matéria da assessoria de Alan e mostra provas

NATUREZA: Praticamente 10 anos depois a Lagoa do Apodi volta a ter um grande volume d’água