Trovas e serenata mudam o final de tarde da UFRN

Fotos: Cícero Oliveira / Divulgação institucional
Por Sirleide Pereira

Quem passou no final da tarde dessa quarta-feira, 26, pelo hall do auditório da Reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), se encantou com a produção caprichada dos personagens da seresta e serenata realizadas ao cair do sol. Ao som de toadas antigas, como Luar do Sertão, de Catulo da Paixão Cearense, músicos, professores de artes plásticas, música, literatura, servidores e estudantes engrossaram o cortejo que conquistou adeptos ao circular ao redor da piscina.

Evento pensado, produzido e realizado por professoras, como Elke Riedel, Socorro Evangelista, Rosali Cortez e Theodora Alves, o evento incorporou a criatividade e competência artista e técnica de violonistas, acordeonistas, bandolinistas, profissionais de percussão e canto da Escola de Música da Universidade (EMUFRN). Dezessete músicas compuseram o espetáculo lúdico, que encantou a todos durante uma hora e meia, e que deixou em muitos dos apreciadores do cancioneiro brasileiro e potiguar, um gostinho de quero mais.

Projeto do NAC
Projeto de ensino, pesquisa e extensão do Núcleo de Arte e Cultura (NAC/UFRN), Seresta, Serenata, Canção e Poesia se presta à preservar o patrimônio cultural e sentimental do Rio Grande do Norte, explica Theodora Alves, diretora do NAC. A finalidade é reunir amigos, amantes da música e das artes em torno do prazer estético e da alegria.
Ascom-Reitoria/UFRN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ENTREVISTA: Professor Bruno Coriolano concede entrevista ao Blog

Repórter Wilson Oliveira me passou informações preocupantes sobre situação da maternidade Claudina Pinto

Vereador Gilvan Alves doa um mês de salário e, consegue revitalizar Caixa D'água de comunidade do Góis

Nota de esclarecimento