LAVA JATO: Justiça ouve duas ex-mulheres de Henrique Alves

Reprodução.
Henrique Eduardo Alves pode ter fortes dores de cabeça pela frente. O MPF pediu à Justiça Federal em Brasília para colher os depoimentos das duas ex-mulheres do ex-ministro, Priscila de Souza e Mônica Azambuja, no inquérito que investiga sua participação no esquema de propinas para autorizar liberação de recursos do FI-FGTS.

Em sua defesa, Alves afirmou que abriu uma conta na Suíça para proteger o dinheiro do espólio de seu pai em meio a uma separação turbulenta. O MPF suspeita que o dinheiro seja de propina paga pela Carioca Engenharia.
Nota:
A Justiça vai ouvir depoimento de testemunhas nos processos sobre Henrique? Estou surpreso. Supunha que qualquer processo contra Henrique estaria totalmente parado e esquecido, além de nenhum expectativa de andamento. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Repórter Wilson Oliveira me passou informações preocupantes sobre situação da maternidade Claudina Pinto

Nota de esclarecimento

Vereador Gilvan Alves doa um mês de salário e, consegue revitalizar Caixa D'água de comunidade do Góis

CHARTON AVISA: “Para desespero de quem não tem zelo com o dinheiro público continuarei determinado no meu papel fiscalizador”, avisa Charton