Pular para o conteúdo principal

Hospital de São José de Mipibu recebe R$ 6,6 mi em investimentos

Entrega da obra do Hospital Regional. Foto/Demis Roussos
Regionalizar a saúde é uma meta da gestão do governador Robinson Faria. Para alcançá-la, os hospitais polo do interior têm tido atenção especial e sido beneficiados com amplo investimento. Na tarde desta quarta-feira, 12, o Hospital Regional Monsenhor Antônio Barros, em São José de Mipibu, recebeu o aporte de R$ 6,6 milhões, que serão aplicados em reforma e equipamentos.

Em solenidade realizada na própria unidade, o governador deu a ordem de serviço para o início das obras de reforma e estruturação, visando adequar à área de urgência e emergência da unidade. "Eu convivo nesta região há 30 anos, e conheço bem os anseios da população em relação a este hospital, que agora vive seu melhor momento. Em dois anos, o hospital já deu grande salto: o pronto-socorro está de fato funcionando e vemos o aumento no número de nascimentos, hoje quatro vezes maior", afirmou Robinson. "Aqui é minha moradia, meu ponto de partida, e eu estou muito feliz em fazer essa aplicação de mais de R$ 6 milhões", assinalou.

O Hospital Regional Monsenhor Antônio Barros possui 43 leitos e hoje, a partir de ações da gestão estadual, realiza uma média de 280 partos por mês. "É uma satisfação estar aqui hoje, assinando a ordem de serviço para mais uma obra deste projeto de regionalização da assistência", destacou o secretário estadual de saúde, George Antunes, lembrando ainda que, ao todo, o Governo está reformando sete hospitais regionais.

Nas últimas semanas já foram autorizadas as reformas de outras duas unidades:  Caicó e São Paulo do Potengi. A estratégia é fundamental para resolver a superlotação do hospital Walfredo Gurgel e demais hospitais da capital do estado.

O secretário municipal de saúde, Alexandre Dantas, reforçou a importância da parceria entre União, Estado e Município para mudar a vida da população. "Nós precisamos apenas unir esforços. Tínhamos em outras gestões esta diferença, entre município e governo, como se fossem times de futebol adversários, mas felizmente esta realidade mudou. E hoje o governador Robinson veio para transformar este hospital em uma unidade referência para toda a região", destacou.

Assecom-RN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio