Pular para o conteúdo principal

CANCELOU: Licitação para compra de R$ 45 mil em fósforos e R$ 60 mil em papel higiênico é cancelada

Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Governo do Tocantins decidiu cancelar a licitação para a compra de três milhões de palitos de fósforo por R$ 45 mil e quatro mil rolos de papel higiênico por mais de R$ 60 mil para a Secretaria de Infraestrutura do estado. A medida foi tomada nesta segunda-feira (10), após a o assunto repercutir nas redes sociais e na imprensa nacional.

De acordo com o Secretário de Infraestrutura do Tocantins, Sérgio Leão, a compra não chegou a ser concluída "É importante ressaltar que nada foi empenhado. Não houve consumo", disse ele. O responsável pela secretaria disse que o erro pode ter acontecido em uma das frentes de serviço. "As frentes de serviço estão espalhadas pelo estado, cada uma faz a própria projeção. Se houve erro, vamos apurar qual foi o motivo e vamos fazer uma nova ata", afirmou.

Os produtos seriam usados para atender sete equipes espalhadas em obras rodoviárias no Tocantins. Ao todo, 120 trabalhadores iriam consumir os materiais. Ainda não há previsão para uma nova licitação ser feita.

Entenda
A Agência Tocantinense de Trânsito e Obras (Ageto) publicou o resultado de uma tomada de preços para comprar R$ 45 mil em palitos de fósforo. O documento, publicado no Diário Oficial do Estado, previa a compra de até 15 mil caixas do produto para serem usadas durante um ano. Com essa quantidade, a agência poderia queimar até 1 mil fósforos por dia.

A tomada de preços também contemplava a compra de 500 pacotes com 8 rolos de 250 metros de papel higiênico cada um. A quantidade é suficiente para se utilizar quase 2.800 metros por dia. O valor para essa compra é de R$ 60 mil.

O próprio estado admitiu que houve exagero. "A gente tem que admitir que exageraram na quantidade, apesar de que nós temos que esclarecer que hoje nós temos diariamente pelo menos 84 fogões queimando. Isso aí vai muito fósforo porque nós temos o pessoal que trabalha nas rodovias então eles gastam fosforo para café da manhã, almoço e janta. Claro que não chega a essa quantidade toda", disse o superintendente de pavimentação da Ageto, Gilmar Moreira.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio