AMBIENTE: único primata venenoso do mundo corre risco de extinção

Foto: Silke Hahn/ Wikimedia Commons
Há um único primata neste mundo que possui veneno. Depois dessa informação, a primeira coisa a se pensar é que este animal é um matador insano e violento. Mas não. Trata-se de um lêmure que tem tudo para ser o bichinho mais fofo que você verá.

O animalzinho chama-se Slow Loris, do gênero Nycticebus. Ele é um primata da família Lorisidae, pertencente a infraordem. Este é o único gênero de primatas venenosos e, atualmente, algumas espécies correm o risco de entrar para a lista de animais em extinção, principalmente por conta do tráfico e venda ilegal.

Os slow loris têm a fórmula para nos encantar: cabeça redonda, focinho estreito, olhos bem largos e uma variedade de colorações distintas dependendo da espécie. As pernas e braços são curtos e praticamente do mesmo tamanho, e seus troncos são longos, o que os permitem balançar nos galhos.

Este gênero não é encontrado no Brasil, tampouco no América do Sul. Sua região é o subcontinente indiano, Sudeste asiático, China e no Arquipélago Malaio.

O VENENO
O animalzinho, apesar de fofo, é realmente letal. Sua toxina, que sai na mordida, é obtida ao lamberem uma glândula no braço, e a secreção é ativada quando em contato com a saliva.

O veneno é usado para a mesma finalidade que em outros animais: contra predadores. Há, porém, outra função importante, que é a de proteger os filhotes que se agarram nas costas da mães. Para isso, ela passa a toxina na própria pele.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RECOMENDAÇÃO: Ministério Público recomenda que Prefeitura de Apodi cancele todos os convênios que possui com APAMI

EM TEMPO: Negócios – Apesar do pouco tempo no mercado a San Valle já é sucesso em toda região

TEMPO: Moradores registram formação de tempestade Supercélula no Paraná

PL de autoria do Vereador Charton Rêgo é aprovado e Comunidade Surda festeja!