Por que estão importando jacarés para os nossos rios?

Crédito da foto: Portal Pedra de Abelha. Jacaré capturado
recentemente em Felipe Guerra.  
O jacaré é um réptil amplamente distribuído pelo sudeste da América do Sul, ocorrendo em qualquer ecossistema associado à água nas bacias dos rios Paraná, Paraguai, Uruguai e São Francisco. Também ocorre em ecossistemas costeiros, como mangues.

Mas jacarés não são comuns em rios como os da região semiárida onde moramos. Não fazem parte desse habitat, ou seja, dos ecossistemas do semiárido norte-rio-grandense. Poderia até ser considerado uma espécies exótica caso livres na natureza.

Para dizer que não existem no nordeste, um estado onde se tem o registro de ocorrência é Pernambuco. Em 2015, Pesquisadores da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) fizeram o primeiro registro no Nordeste do nascimento de filhotes da espécie de jacaré-paguá. Porem, não são animais comuns no seminário do RN.

Por que estão capturando jacarés no semiárido do RN, em especial Felipe Guerra? Essa é uma resposta não muito fácil de dar. Um estudo do caso precisaria ser feito. No entanto, uma hipótese é de pessoas estarem trazendo filhotes ou muito mais provável os ovos desses répteis de onde são comuns para nossa região. Os ovos são chocados pela própria natureza uma vez bem acondicionados em folhas árvores.

Uma outra hipótese menos provável é a de que alguém tenha trazido esses bichos ainda filhotes para criar em cativeiro por aqui, para uso da carne como prático exótico e, não teria dado certo. Só sei que essa frequência de captura desse animais em nossos ecossistemas não é normal.

Enquanto são novos, são pouco exigentes quanto espaço e alimentação. Só que uma vez atingindo a fase adulta podem se tornar um problema como espécie exótica em nossa região. Em virtude da escassez de água e alimentos para esses animais, a presença deles livres em nossos rios temporários, lagoas ou açudes seria um problema grave levando a ameaça de outras espécies. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Repórter Wilson Oliveira me passou informações preocupantes sobre situação da maternidade Claudina Pinto

Nota de esclarecimento

Vereador Gilvan Alves doa um mês de salário e, consegue revitalizar Caixa D'água de comunidade do Góis

CHARTON AVISA: “Para desespero de quem não tem zelo com o dinheiro público continuarei determinado no meu papel fiscalizador”, avisa Charton