Os carnamícios do Apodi

Imagem reprodução.
Evitei as ruas durante esse período carnavalesco. Quem nos acompanha, sabe que não curto.

Mas, as pessoas que foram me afirmaram que o trio elétrico, nos arrastões, em boa parte do tempo do percurso se ocupou em tocar músicas de campanha do PMDB em 2016. Afirmam que a lambada comeu de esmola, por exemplo. Chacota da pesada, tudo financiado com o dinheiro público. Mas isso é bem típico de governos desse partido e de todos que já nos governaram.

Ok, tudo bem. Beleza.  Mas, Espere ai. E quem não queria ouvir as músicas de campanha do PMDB/2017? Não teria esse direito? Afinal, o carnaval foi financiado com os recursos do povo.

Se os recursos que financiaram as festas foram do povo, foram recursos de quem queria ouvir (votou) e de quem não queria ouvir (não votou). Como gestores, o correto seria não tocar, pois é quem manda. Só precisa uma ordem aos donos das bandas.  Mas fizeram questão de tocar. 

Assim, os princípios da impessoalidade, imparcialidade e moralidade, que é de obrigação dos gestores respeitar, não teriam sido infringidos? Mas fazer o que? O governo é de todos. 

Comentários

  1. Tá tudo tranquilo favorável os bicudos saíram quase tudo de apodi os que ficaram nois já tamos ajeitando pra mudar de lado kkkkk 😜😜😜

    ResponderExcluir
  2. Todos os prefeitos fizeram isso não é nem uma novidade

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Repórter Wilson Oliveira me passou informações preocupantes sobre situação da maternidade Claudina Pinto

Vereador Gilvan Alves doa um mês de salário e, consegue revitalizar Caixa D'água de comunidade do Góis

Nota de esclarecimento

CHARTON AVISA: “Para desespero de quem não tem zelo com o dinheiro público continuarei determinado no meu papel fiscalizador”, avisa Charton