O que é pior, uma legislatura omissa ou perseguidora?

Reprodução.
Num passado bem próximo uma legislatura com requintes cruel de perseguição. O poder executivo se fizesse um risco no chão era processado e processos de cassação iam se acumulando.

Na atualidade, municipalidade só assinou convênio com entidade filantrópica quando bem entendeu. Afirma-se até que salários dos funcionários atrasaram três meses. O que dizer da lei do nepotismo aprovada em 2016 e ignorada em nossos dias?

Afirma-se nas rodas de conversa que o poder executivo faz o que quer e aprova o que quer da maneira como bem entende. Casa-se, batiza-se e dar-se em casamento. Assim, com raras exceções de alguns poucos edis, poder legislativo começa ganhar a triste fama de Omisso. Começou com grande expectativa e vai perdendo credibilidade. Que realidade presente em nossos municípios, não é verdade?

Que escolha fazer? Uma legislatura perseguidora ou uma legislatura omissa? O que é pior? 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Repórter Wilson Oliveira me passou informações preocupantes sobre situação da maternidade Claudina Pinto

Vereador Gilvan Alves doa um mês de salário e, consegue revitalizar Caixa D'água de comunidade do Góis

Nota de esclarecimento

ENTREVISTA: Professor Bruno Coriolano concede entrevista ao Blog