Pular para o conteúdo principal

Instituto de Química lança documentário sobre a água

Imagem reprodução
O Dia Mundial da Água é comemorado hoje, 22. Para celebrar, o Instituto de Química, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), divulga para conhecimento da comunidade acadêmica e externa o documentário Água: Farta ou Falta? Um olhar sobre os saberes populares de um recurso escasso no Nordeste, que faz parte de um projeto educativo sobre conscientização da água no âmbito nacional, pela Agência Nacional de Águas (ANA), em todas as cinco regiões brasileiras.

De acordo com o professor Carlos Neco da Silva Júnior, do Instituto de Química, autor do documentário no âmbito do Nordeste, em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão (Proex), a intenção é conscientizar sobre os problemas, tratamento e conservação da água, além de desfazer mitos e contrastes sobre presença e ausência da água em tempos de estiagem. A produção retrata o semiárido nordestino até cidades litorâneas, explorando cenários do Rio Grande do Norte nos municípios de Caicó, Santa Cruz e o Açude Gargalheiras, em Acari; praias de Natal, lagoa de João Pessoa e litoral do Recife.

O documentário possui depoimentos de estudantes, professores e pesquisadores. Além disso, possui relatos de moradores, agricultores, pescadores, ribeirinhos, motoristas de carro pipa e declamação de uma poesia pela ex-aluna de Comunicação Social da UFRN Manuela Freitas, filha do repentista potiguar Manoel do Côco. Segundo o autor Carlos Neco, o documentário tem como objetivo ser material educativo nas instituições.

Os documentários também exploram a água por questões religiosas, como o intitulado Toque das Águas, oriundo da região Centro-Oeste, pela Secretaria Estadual de Educação; Águas de Makunaima, produzido pela Universidade Federal de Roraima (região Norte); da região Sudeste vem o doc. Caminho das Águas, produzido pela Universidade Federal de Juiz de Fora; e na região Sul, o doc. Tuba-nharô, da Universidade Federal de Santa Catarina. Todos os documentários estão disponíveis no portal da Capes, pelo link.

Agência de Comunicação da UFRN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

APODI: DNIT quer demolir residência e desapropriar moradores que se encontram as margens da BR 405 no Distrito de Melancias

D. Mariana Carvalho, que mora no Distrito de Melancias, zona rural do Apodi, Oeste do RN, está aflita. Está prestes a perder sua residência e ser desapropriada.
O DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura do Trânsito) está querendo demolir sua residência juntamente com a residência do Pr. Gilberto de uma congregação do Distrito.

D. Mariana nos conta que há 01 ano recebeu uma visita do DNIT, notificando sua residência e a residência do Pr. Gilberto. O DNIT alega que sua casa e a do pastor na na área territorial do DNIT.
Ora, qual é esse critério do DNIT para decidir a esse respeito? Dezenas de centenas de casas em Melancias encontram-se as margens da BR 405. Muitas distantes, 05, 07, 10 metros da BR. Em Apodi mesmo, inúmeros estabelecimentos comerciais e casar estão praticamente dentro da BR 405.
Segundo nos relatou D. Mariana, sua residência encontra-se distante 28 metros da BR 405 que corta o Distrito de Melancias. Bem mais distante que diversas outras casas e estabelecimentos comerc…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio