ASTRONOMIA: Prova de vida? Estudo sugere que Marte já foi coberto por água

Imagem: NASA
Marte pode ter tido muito mais água do que imaginávamos, apoiando a ideia de que o Planeta Vermelho já abrigou a vida, em algum momento de sua história.

Um novo estudo descobriu que um mineral – millerita – encontrado em meteoritos marcianos, pode não ser uma prova de que Marte seja um planeta seco, em absoluto.
Os pesquisadores acreditavam que o mineral pode ser um indício de um planeta Marte seco, em sua antiguidade, mas cientistas da Universidade de Nevada, nos Estados Unidos, sugerem que ele pode ter sido formado a partir de outro mineral (whitlockite) após um choque decorrente de uma ejeção.

De acordo com os pesquisadores, que simularam o efeito através de experimentos no Advanced Light Source (ALS) do laboratório de Berkeley, na Califórnia, a presença de whitlockite pode indicar um histórico rico em água no planeta.

Isso é importante para deduzir quanta água pode ter existido em Marte, e se esta água era originalmente de lá, e não de cometas ou meteoritos,” disse Martin Kunz, cientista de Berkeley.

Se uma parte da millerita fosse whitlockite antes, isso mudaria dramaticamente o panorama da água em Marte,” disse Oliver Tschauner, da Universidade de Nevada (UNLV).

A questão aqui diz respeito à água em Marte e a seu histórico inicial no planeta: será que em algum momento houve um ambiente que favoreceu a formação da vida em Marte?”

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CELEBRIDADES: A mãe do filho de Neymar, bonita e bem paga

CURIOSIDADE: O sexo no mundo animal – tamanho do pênis

A jaramataia e as incertezas de sua eficiência

Fim de linha também para Castelo Torres

Magnólia Figueiredo fala da importância do combate ao câncer de mama na assembleia legislativa