Pular para o conteúdo principal

Ambulantes relatam boas vendas no Carnaval de Apodi e atribuem sucesso ao novo percurso do arrastão

Crédito das fotos: Assessoria PMA
Por Josemário Alves

Vendedores ambulantes de comidas e bebidas, que trabalharam no Carnaval de Apodi 2017, registraram boas vendas durante os cinco dias de evento. Eles atribuíram o sucesso ao novo percurso do arrastão, que passou ao lado da praça de alimentação, na avenida Marechal Floriano Peixoto.

A comerciante Daniele Cristina, de Caraúbas, disse que estava muito feliz com os resultados no seu primeiro carnaval em Apodi. “Começamos o ano com o pé direito”, destacou.

Francely Maria, de 46 anos, veio de Souza, na Paraíba, para vender espetinhos, batata frita e bebidas. Ela nos contou que vendeu muito mais do que no carnaval do ano passado. “Só foi fraco no sábado, mas do domingo em diante foi muito bom. Eu vendi no ano passado, mas esse ano tá melhor”, disse ela.

O vendedor Jandilson Soares, de Umarizal, atribuiu o sucesso nas vendas ao novo percurso do arrastão. “Quando o arrastão descia de lá pra cá, o pessoal já vinha comprando à gente. Diferente dos outros anos, que o movimento era lá do outro lado e a gente ficava isolados aqui”, afirmou.

Jandilson sempre trabalha no carnaval de Apodi. Neste ano, ele trouxe a esposa Lindalva de Lima para ajudá-lo. “Acho que a gente só não vendeu mais por causa da crise, mas mesmo assim, está melhor do que no ano passado”, acrescentou ela.

Movimento intenso também foi registrado na barraca do comerciante Edson Martins, de Apodi. No seu primeiro carnaval com barracas no Calçadão da Lagoa, ele destacou a alta procura por comida, principalmente.

Desde o sábado que eu vendi muito. Posso dizer que foi lotação total aqui”, disse. Além do Calçadão, Edson também possui uma lanchonete às margens da BR-405, onde também registrou boas vendas.

De acordo com o secretário de Turismo, Gilney de Morais, a grande quantidade de foliões que passou por Apodi durante o carnaval foi fundamental para garantir esse sucesso dos vendedores. Ao todo, estima-se que a cidade recebeu 80 mil pessoas nos cinco dias de festa.

“Imagine que somente metade desse público tenha lanchado na praça de alimentação do Calçadão. São nada mais, nada menos do que 40 mil lanches vendidos. O nosso planejamento para atrair foliões pra cá influenciou demais no sucesso dos vendedores”, concluiu o secretário.
Assessoria de Comunicação Integrada

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio