Pular para o conteúdo principal

Segundo a PF há indícios que Cabral (PMDB) e sua quadrilha cobrou propina até em obra após tragédia

Imagem reprodução
ITALO NOGUEIRA - RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Relatório da Polícia Federal aponta indícios de cobrança de propina por parte da suposta quadrilha comandada pelo ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) até em obras emergenciais contratadas logo após a tragédia na região Serrana do Rio, em janeiro de 2011.

A suspeita surgiu a partir da análise sobre planilhas apreendidas na casa de José Orlando Rabello, apontado como operador do ex-secretário Hudson Braga. Os dois estão presos, assim como o ex-governador, desde novembro após a deflagração da Operação Calicute.

De acordo com os papéis apreendidos, a propina cobrada podia chegar até a 8% do valor total das obra emergenciais, dos quais Cabral, segundo a PF, ficava com a metade. O Estado firmou contatos sem licitação de cerca de R$ 147 milhões com verbas do governo federal. Mais de mil pessoas morreram ou desapareceram nas chuvas de janeiro de 2011.

Segundo a PF, as planilhas sobre o programa de resposta a desastre indicam que 2% estavam destinados a "BSB". A PF supõe se tratar alguém ligado ao governo federal à época, já que os recursos vieram parcialmente do Ministério da Integração.

Também há indícios a pagamento de propina para pessoas de fora da estrutura do Estado nas obras do programa "Asfalto na Porta", de asfaltamento de cidades no interior. O projeto custou cerca de R$ 700 milhões, com financiamento do Banco do Brasil.

Nas planilhas encontradas sobre o programa, há a destinação de 2% para "BR". Para a PF, trata-se "possivelmente algum político de nível nacional, ou diretório nacional do PMDB".

As obras na região Serrana e do "Asfalto na porta" ainda não haviam sido citadas nas investigações da Operação Lava Jato no Rio. Cabral é acusado de receber propina da Andrade Gutierrez pelas obras do Maracanã, do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) nas favelas e Arco Metropolitano.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio