Pular para o conteúdo principal

O clima do nordeste brasileiro encontra-se numa transição de semiárido para árido

Reprodução
A fartura d’água que presenciamos na semana passada deu uma trégua. O tempo voltou a ficar seco aqui no semiárido apodiense. O sol estar forte, o calor é intenso.

Essa realidade tem acompanhado o nordeste brasileiro nos últimos cinco anos. Um. No máximo dois dias de chuvas, seguidos por longos dias sem chover. Uma realidade com a qual passamos a conviver nos últimos cinco anos.

Uma pessoa que nasceu a cerca de oito ou dez anos, ainda não tem noção de como eram os períodos chuvosos em nossa região, num passado não muito distante, quando os polígonos das secas iam embora aqui do nordeste. O período invernoso no nordeste durava de três a quatro meses, com chuvas fartas e intensas quase que diariamente provocando fartura d´água, enchentes. Coisa que nunca mais presenciamos.

Inclusive, diante dessa realidade acredito que os estudiosos já poderiam começar a desenvolver a tese de que o clima do nordeste brasileiro está numa espécie de transição de semiárido (- O clima semiárido é seco e quente com chuvas em pouca quantidade, o índice pluviométrico anual fica em torno de 700 milímetros. As poucas chuvas se concentram entre os meses de janeiro a maio), para árido ou desértico (- Baixíssimo índice pluviométrico – chuvas – anual. Na média anual, regiões de clima desértico possuem índice de chuvas em torno de 200 mm).

Acredito que estudos mais consistentes com essa perspectiva já poderiam ser desenvolvidos pelos estudiosos do tempo que iriamos chegar a essa constatação. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio