Fanfarra para o clube de desbravadores Maranata de Apodi

Quanto fizeres algum voto ou promessa, cumpre-os sem demora, pois somente os tolos desagradam a Deus. Cumpre, pois a tua palavra”! Ecl. 5:4.


Crédito da foto: Assessoria
Tempos atrás, quando sem mandato, Charton Rêgo idealizou a necessidade de uma Fanfarra para os Desbravadores de Apodi. Preocupado com o social, Rêgo, que sempre foi um apoiador do Clube, iniciou uma campanha pró-fanfarra, recorrendo a seus amigos: Gilvan Alves, José Maria, Geraldo Carlos, Jaílson Ferreira, Allison Veloso, Bernadete Rêgo, Deputados Carlos Augusto e Getúlio Rêgo.

Com as doações arrecadadas, o antigo sonho, começou a se tornar realidade. Os primeiros Surdos, Bumbos, Caixas de Guerra, dentre outros instrumentos, foram adquiridos. Contudo, a arrecadação não foi suficiente para a formação de uma fanfarra para 16 musicistas.

Nesta manhã de sexta-feira 10/02/17, às 9hs da manhã, o Vereador Charton Rêgo e sua assessoria, receberam na Câmara Municipal de Apodi, o Diretor do Clube de Desbravadores Maranata de Apodi, Isac Raniê. O objetivo da reunião foi comunicar a doação dos 80% dos instrumentos restantes.

Assim, o sonho dos Desbravadores estará por fim se concretizando em um culto de ação de graças a ser realizado no início do mês de março, na Igreja Adventista do 7º Dia, Central de Apodi, onde o Vereador em cumprimento a um voto feito a Deus, realizará a doação de seu salário mensal. 


Devo muito ao Clube de Desbravadores por minha formação como ser social. Espero que, com esta conquista, tantos outros jovens encontrem uma filosofia de vida que os conduza à eternidade”. Disse o Vereador da Política com Seriedade.

Assessoria de Comunicação

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RETROSPECTIVA 2013/ 2016: APAMI e a gestão de Castelo

EM TEMPO: Reunião da APAMI – As contradições do chefe do executivo

Diretora administrativa da maternidade Claudina Pinto pede demissão

ABERRAÇÃO: Quem votou contra e quem votou a favor de mais desperdício de recursos públicos?

NOTA DE REPÚDIO AO PODER PÚBLICO MUNICIPAL DE APODI