Fachin rejeita pedidos de Lula, Aécio, Dirceu, Gim e Cunha na Lava Jato

Ministro do STF analisou pedidos de Lula e de Aécio para ter acesso a delações premiadas; de Dirceu e Gim para ter liberdade; e de Cunha, para ser transferido

Foto: Andressa Anholete/AFP
O relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Edson Fachin, rejeitou nesta terça-feira (21) diversos pedidos apresentados políticos em processos relacionados às investigações.

Fachin rejeitou, por exemplo, pedidos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do senador Aécio Neves (PSDB-MG) para ter acesso a delações premiadas que ainda estão sob sigilo.

O ministro também rejeitou pedidos de liberdade do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e do ex-senador Gim Argello (PTB-DF), além de um pedido de transferência do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Lula
O ex-presidente queria acesso à delação premiada do ex-deputado Pedro Corrêa, cujo acordo ainda não foi homologado pelo STF. A colaboração foi enviada à Corte no ano passado, mas o então relator, ministro Teori Zavascki, que morreu em janeiro, pediu ajustes ao Ministério Público.

Em nota, a defesa de Lula disse que fez o pedido porque o MP faz referência à delação em denúncias apresentadas contra o ex-presidente, mas sem inseri-la na peça.
"Já foram colhidos o depoimento de 65 testemunhas até o momento, incluindo o de Correa, e nenhuma delas afirmou qualquer fato que pudesse vincular Lula a qualquer ato ilícito no âmbito da Petrobras ou a propriedade de um imóvel no Guarujá", diz o advogado Cristiano Zanin.

Aécio
Aécio Neves queria acesso às delações premiadas de Benedicto Júnior, ex-diretor da Odebrecht Infraestrutura, e de Sérgio Neves, diretor da Odebrecht em Minas. Fachin, porém, negou sob o argumento de que o conteúdo ainda é sigiloso e só pode ser acessado quando o segredo dor extinto no STF.

Dirceu, Gim e Cunha
Quanto aos demais pedidos de liberdade e transferência, Fachin rejeitou as ações por razões processuais. Para o ministro, os pedidos ainda devem esgotar as instâncias inferiores para chegar ao STF.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

FESTA: Rio Apodi amanheceu de barreira a barreira, lagoa do Apodi tomando muita agua

EITA PIULA: Ex-secretário de turismo Júnior Costa desmente matéria da assessoria de Alan e mostra provas

NATUREZA: Praticamente 10 anos depois a Lagoa do Apodi volta a ter um grande volume d’água