Pular para o conteúdo principal

O quarto poder está oficialmente instituído no Brasil?

Reprodução.
Executivo, legislativo, judiciário. Somos acostumados nos bancos das escolas que os poderes constituídos no Brasil são esses três. Não demorará a algum autor de livro, com uma visão mais crítica, trazer a tona nos livros o quarto poder instituído no Brasil: O Presidiário – crime organizado para ser mais sofisticado. Cada dia mais poderoso e organizado passou de passagem pelo poder da imprensa, antes era o quarto. Agora tenho minhas dúvidas. 

Até onde o estado brasileiro tem o controle sobre o crime organizado? Com as constantes e sangrentas rebeliões que se alastraram no ano de 2017, uma questão como a de cima torna mais claro o poder, organização e de certa forma soberania sim do crime organizado.

Chefes do crime negociando com autoridades constituídas Policiais, batalhão de choque, agentes penitenciários tendo que esperar para entrar em um presídio onde está acontecendo uma rebelião. Pedindo licença literalmente.

Diante das circunstancias, vou mais além. Até o crime organizado já tem poder sob nossa constituição ditando artigos, parágrafos, incisos, etc? E no mundo da política, até onde está o poder de sua representação em câmaras municipais, estaduais, federais e congresso (preste atenção na reportagem do fantástico novamente). Em meio a tantas evidencias acho as perguntas salutares.

Vejo o crime organizado nesse país muito, mais muito mais organizado que o estado – O governo de um modo em geral. A sociedade civil está à mercê.

A qualquer momento que querem fogem dos presídios, nas ruas praticam-se delitos, conseguem armamento que parte das vezes só as forças armadas possuem, as senhas bancárias sucumbem perante o poder do crime organizado. O quarto poder?

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

E Alanzinho inaugura a primeira grande obra do seu governo

Uma vez a praça pronta - a parte mais difícil, diga-se de passagem - um parque viria complementar tão grandiosa obra.
A bacurauzada (como é conhecida a militância do PMDB por aqui) do Apodi vai, hoje (21), esquecer a praça, se regozijar e irá focar todo seu olhar, carinho e atenção no parque. Muito bonito, por sinal. Com certeza garantia de muitos sorrisos nos rostos das crianças daqui para frente. 
O Governo Alan Silveira (Alanzinho - como é carinhosamente chamado), inaugurará o parquezinho infantil da praça no dia de hoje. A primeira obra do seu governo. Muito bom para início. Vão logo começando a contar, temos certeza que muitas outras virão. Parabéns prefeito.

Zé Maria anuncia rompimento com o grupo do PCdoB

A partir de agora não partilharei de nenhum projeto ao lado do PCdoB. Tivemos um grupo até ganhar a eleição, depois, o boicote e o isolamento promoveu o desgaste”. Com essas palavras o ex-prefeito do Apodi, José Maria da silva, anunciou a esse blogueiro em entrevista na noite de ontem (29), o rompimento com o grupo do PCdoB aqui do Apodi.
Zé Maria nos afirmou que algumas pessoas estão achando, por exemplo, que a indicação do hospital foi um consenso de toda a oposição. Mas ele afirma que não foi bem assim. “Gostaria de esclarecer que não tive nenhuma participação nessa indicação. Eu, com o apoio de todos os vereadores de oposição, estava definindo um nome, porém a liderança do PCdoB não respeitou e fez a indicação de maneira isolada, desrespeitando a todos nós”, explicou Zé Maria. “Diante disso e de outras situações desagradáveis que passei (sem externar, em defesa da unidade), a partir de agora não partilharei de nenhum projeto ao lado do PCdoB”, continuou. “Tivemos um grupo até ganh…

POLICIAL: Assalto no sitio Santa Cruz

Hoje (07), pela manhã, um assalto foi registrado no Sítio Santa Cruz, zona rural do Apodi.
Dois jovens estava visitando o sítio e tiveram sua moto Honda/CG 125 FAN KS, Placa NNZ6574 de cor vermelha, Apodi subtraída quando retornavam à cidade. 

Segundo informações, os assaltantes não exibiram armas, só insinuaram que estavam armados botando a mão no bolso. Quem tiver informações da moto com as credenciais acima acionar a polícia.