LUTO: IFRN emite nota de pesar pelo falecimento de Dorian Gray Caldas

24/01/2017 - Artista plástico e poeta estava internado há 12 dias e faleceu no início da noite de ontem (23)

Por Alberto Medeiros

Em nome de toda a comunidade do IFRN, o Gabinete da Reitoria externa nota de pesar pelo falecimento do artista plástico e poeta Dorian Gray Caldas, reconhecido internacionalmente pelos trabalhos de pintura, escultura, tapeçaria e poesia. O artista tinha um relacionamento estreito com a Instituição, sendo responsável pela pintura de um dos lados de um painel com o tema “Leitura e Trabalho”, localizado na rampa de acesso ao primeiro andar do Campus Natal-Central. Também é autor de um mural estampado no Gabinete da Direção Geral do mesmo edifício, que trata de elementos do folclore potiguar.

As rampas também dispõem de outros painéis que foram pintados originalmente por Newton Navarro. As obras foram encomendadas por ocasião da inauguração das instalações do edifício, em 1967, quando a Instituição ainda tinha o nome de Escola Industrial Federal no Rio Grande do Norte (EIFRN). Em 2011, todas elas passaram por um processo de restauração aos cuidados de Dorian Gray, que declarou na época que considerava um dos trabalhos mais significativos do colega.

Mais recentemente, em julho do ano passado, o artista lançou uma coletânea poética intitulada “Do Outro Lado da Sombra”, pela Editora do IFRN. O volume 1 reuniu uma seleção de poemas publicados em 10 livros anteriores, desde 1961, quando lançou “Os instrumentos do sonho”. O volume 2, por sua vez, trouxe poemas inéditos, bem como uma reunião de textos que contemplam a recepção da sua obra ao longo dos seus 65 anos de produção cultural.

Dorian Gray Caldas faleceu ontem (23), às 18h30min, no hospital onde estava internado há 12 dias com pneumonia e insuficiência renal, decorrentes de um infarto. “Lamentamos com profunda tristeza essa perda irreparável para a cultura do Rio Grande do Norte. O seu talento nas mais variadas vertentes da arte foram de suma importância e trouxeram a ele um reconhecimento muito além das fronteiras do nosso estado. O IFRN, com quem tinha uma antiga relação de parceria, terá o eterno orgulho por dispor de obras de sua autoria”, declarou Wyllys Farkatt Tabosa, reitor da Instituição.

Desde o início da manhã desta terça-feira (24), o corpo do artista está sendo velado na Pinacoteca do Estado, no bairro Cidade Alta. Às 15h30 será celebrada uma missa de corpo presente e, em seguida, o cortejo seguirá para o cemitério Morada da Paz, em Emaús, onde haverá o sepultamento, previsto para as 18h. 
Assessoria de Comunicação Social e Eventos

Reitoria | IFRN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RETROSPECTIVA 2013/ 2016: APAMI e a gestão de Castelo

EM TEMPO: Reunião da APAMI – As contradições do chefe do executivo

Diretora administrativa da maternidade Claudina Pinto pede demissão

ABERRAÇÃO: Quem votou contra e quem votou a favor de mais desperdício de recursos públicos?

NOTA DE REPÚDIO AO PODER PÚBLICO MUNICIPAL DE APODI