Pular para o conteúdo principal

HELP: Quanto realmente já foi investido na escola de Melancias senhor Gilvan Alves?

Imagem de arquivo                           
Essas obras paralisadas pelo nosso Apodi... Isso dar um nó no meu cérebro. As controvérsias nas informações são grandiosas, de maneira que, uma multidão de duvidas fica povoando nosso juízo.

Na manhã de hoje, 23, o gestor Alan Silveira, esteve visitando a obra paralisada da escola de Melancias. De acordo com matéria veiculada por sua assessoria de imprensa, para concluir o colégio, o investimento previsto é de aproximadamente R$ 350 mil de recursos próprios. A escola está com 15% das obras concluídas, segundo secretario de obras atual.

Crédito da foto: Assessoria de imprensa
Nessa outra matéria, feita a algum tempo atrás, recebi informações que foram investidos na obra, que foi paralisada em 2012, os valores aproximados de R$ 200.000,00 pelo serviços feitos na escola (CLIQUE AQUI e confira a matéria).

Ora, suponhamos que já tenha sido investido cerca R$ 200.000,00 pelos serviços feitos, somando com aproximadamente R$ 350 mil que, segundo assessoria é o que falta para ser concluída, temos um custo total da obra orçada em torno de R$ 550.000,00.

Trabalhando com essas cifras, pois são as que temos por enquanto e, fazendo uma regra de três simples, temos:
                  Total da obra                         perceptual
Valor total: 550.000                                  100%
Investido:  200.000                                      X
Então temos que:     X=550.000/20.000.000
X = não daria 36,3% da obra já feita e não 15% como informou a matéria da PMA? Ou será que estou errada na minha conta?

Quer dizer. São muitas dúvidas na cabeça do contribuinte. Socorra-nos senhor Gilvan Alves, que tem feito um trabalho de fiscalização exemplar nesse início de mandando parlamentar.

O que de fato já foi investido em termos percentuais? Quanto ainda faltaria para concluir? Ajude-nos a tirar essa duvida. Nós aqui do blog ficaríamos gratos. Afinal, nós contribuinte muito supostamente já perdemos muito com essa obra, que já era para estar servido aquela comunidade há anos. 

Comentários

  1. A porcentagem de uma obra, a meu entender está em espaços construídos e não em valor financeiro, Penso eu !!! O acabamento sempre é bem caro e nem por isso representa grandes porcentagem em obra construídas. è bom rever essas estatísticas

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

APODI: Mulher dá a luz a uma Criança dentro de um carro

Há tempos prometi para mim mesmo deixar de falar aqui sobre os desmandos do Apodi. Tenho cumprido. Mas, hoje um fato me chamou atenção e é impossível não narrá-lo aqui.

Desde que convênio entre a PMA e a maternidade Claudina Pinto do Apodi deixou de existir, mães de Apodi, bem como de outros municípios que usavam os serviços da maternidade, ficaram um tanto quanto órfãos no que diz respeito à natalidade.
Na tarde deste domingo, 08, um fato triste se deu aqui em Apodi com relação a natalidade. Uma mulher deu a luz dentro de um carro aqui na cidade do Apodi. Um fato triste. Como a maternidade Claudina Pinto faz falta a uma população de 35 mil habitantes e para a região. Lamentável que, na atualidade, isso é considerado  agora normal, uma mãe parir dentro de um carro. Até algum tempo não era normal. Se acontecesse o mundo caia.
Que triste. Vir ao mundo em um carro? Acho que todos tem direito de nascer dignamente. Que saudade da atuação daqueles justiceiros que fizeram grande manifestação co…

Vereador Charton Rêgo propõe inclusão do ensino de LIBRAS em escolas do Município

Aconteceu nesta noite de terça-feira 14/11/2017 as 19hs na sede da Câmara Municipal de Apodi-RN, uma reunião convocada pelo Vereador da Política com Seriedade Charton Rêgo. Alunos apodienses do Curso de Libras (UFERSA, Campus Caraúbas) e membros da Comunidade Surda de Apodi, foram convidados para debater sobre o Projeto de Lei 136/2017 de autoria do Vereador Charton Rêgo que propõe a inclusão da Língua Brasileira de Sinais no currículo escolar no âmbito municipal.
A PL (Projeto de Lei) que na sessão desta quinta-feira 16/11/17 será encaminhada as comissões, foi apresentada ao grupo que compareceu a reunião. Se aprovada e posteriormente sancionada pelo Executivo, a partir de 2018 a Secretaria de Educação terá obrigatoriedade de garantir acesso das pessoas surdas à comunicação, à informação e à educação, como rege a legislação federal que determina que uma série de medidas sejam tomadas pelos Estados e Municípios que visem tais garantias.
A PL ainda trata sobre a promoção de cursos de c…

INCIDENTE: Motorista mergulha carro da prefeitura do Apodi em rio